segunda-feira, 23 de outubro de 2017

'Era um sonho', diz noiva que chegou ao casamento em carro da Polícia Militar

A noite deste domingo (22) foi especial para o casal Érica e Gerivaldo Constantino, que resolveu trocar alianças após sete anos de relacionamento. A cerimônia de casamento, porém, teve um fator inusitado: a noiva chegou ao local marcado em um carro da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, com direito a sirenes e giroflex ligados. Era a realização de um desejo de Érica, de 26 anos, que sonha ser policial desde a infância.

A festa aconteceu em uma chacará em São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana de Natal. Segundo a própria noiva, alguns convidados se assustaram com a chegada da viatura, mas ela considerou o momento mágico. "Eles não estavam esperando a chegada da polícia, com sirene e tudo", conta.

O chef de cozinha Gerivaldo, o noivo, de 40 anos, sabia e aprovou a ideia, mas não tinha certeza se Érica realmente teria coragem de chegar à cerimônia no carro da PM. A noiva considerou o momento emocionante. Os policiais do 4º Batalhão levaram ela do salão onde ela se arrumou para a festa até a chacará.

"Eu tinha um sonho, desde a infância, de ser policial. Como não concretizei, pedi ao comando da PM e eles atenderam ao meu pedido", revela a noiva, que é estudante de Enfermagem. "Sempre achei muito bonito ver mulheres fardadas e considero um importante serviço à sociedade", complementou.

A solicitação foi realizada no Comando da PM, em Natal, cerca de três dias antes da cerimônia. Segundo o comandante do Políciamento Metropolitano de Natal, coronel Zacarias Mendonça, a PM tem um perfil comunitário e de parceria com a população e, por isso, atendeu ao pedido. "A gente vê, em um gesto como esse, a valorização do trabalho da Polícia Militar", considera.

Os militares disseram à noiva que ficaram comovidos com o pedido, que consideraram uma homenagem à corporação. Eles contaram a ela que já tinham escoltado noivas a cerimônias, mas essa foi a primeira vez em que levaram uma no próprio carro da PM.

Érica considera que ainda poderá realizar seu sonho de ser policial. Ela se prepara para um concurso para a Polícia Militar do RN, cujo edital deve ser lançado até o final deste ano. A expectativa é que sejam abertas mil vagas.


Com informações do G1/RN

Depoimento emocionante da noiva que ficou viúva minutos antes do casório

A fatalidade que tirou a vida de Carlos Adriel Mendes da Silva em Baraúna no último sábado, 21, interrompeu também os sonhos da jovem Paloma Ismaelly, sua noiva, que disse não está acreditando no que está acontecendo. Nas redes sociais, a jovem fez um relato super-emocionante.

“Acordar e perceber que não é só um pesadelo tá sendo uma das piores sensações que já senti. Eu sempre achei que essas coisas só pudessem acontecer em filmes daqueles que todos odeiam o final.

Deus sabe o quanto sonhamos com o nosso casamento, foram incontáveis dias de ansiedade, nervosismo e preparação pra esse dia que seria o mais feliz das nossas vidas, mas infelizmente o sonho foi interrompido, interrompido e não acabado porque eu sei que um dia eu te verei novamente, te abraçarei forte como fazíamos todos os dias e vou dar aquela brigadinha de leve por ter me deixado te esperando quando deveria ter sido o contrário, a noiva é a única que pode atrasar, lembra?!

Obrigada meu amor, obrigada por ter me permitido te conhecer, por ter feito da minha família a sua também, por fazer de mim a sua melhor amiga e por ter me mostrado que você me amou durante cada segundo da sua vida.

Eu não tive a oportunidade de ser conhecida como sua esposa diante dos homens, mais nós dois sabíamos que nossa relação ia bem além de qualquer status, nós já éramos casados pelo nosso amor, pela nossa cumplicidade que sempre foi imensa.

Eu me conformo em saber que nós vivemos intensamente cada momento, nosso amor foi vivido todos os dias por nós dois da forma mais linda possível e eu vou continuar sentindo ele aqui todos os dias !

Eu te amo meu primeiro amor, dono do meu primeiro beijo ,o protagonista da minha história de amor preferida! Estarei te esperando pra realizarmos nosso sonho, até breve meu noivo lindo. ❤ Te amo daqui até o céu“.

Por Paloma Ismaelly

Policial do RN sofre mal súbito durante competição e morre em João Pessoa

O Agente de Policia Rodoviário Federal, Rodrigo Rodrigues de Paiva, de 45 anos, faleceu na manhã deste domingo (22), após sofrer um mal súbito quando participava de uma competição esportiva na Vila Olímpica de João Pessoa.

Rodrigo que era lotado na Superintendência Regional da PRF do Rio Grande do Norte, estava participado dos Jogos Norte/Nordeste de Integração dos Servidores da Polícia Rodoviária Federal, que neste ano de 2017 foi realizado em João Pessoa. Ele fazia parte da equipe Potiguar e sofreu uma parada cardíaca dentro de campo durante uma partida de futebol. Médicos da PRF fizeram o atendimento de urgência e encaminharam Rodrigo para um hospital particular aonde ele chegou ainda com vida. Após uma segunda parada cardíaca, Rodrigo não resistiu e acabou falecendo.

O corpo de Rodrigo foi enviado para o Rio Grande do Norte e o sepultamento está previsto para às 16h em Emaús, Parnamirim/RN, Região Metropolitana de Natal/RN.


Assessoria de Comunicação da PRF

Madrugada Segura: Em Ouro Branco, PM intensifica abordagens nos fins de semana

A Polícia Militar da cidade de Ouro Branco tem intensificado as abordagens nos finais de semana e feriados por causa de um maior fluxo de pessoas que vão e voltam da cidade, normalmente em busca de entretenimentos.

Neste último final de semana, por exemplo, inúmeras abordagens foram taticamente bem aplicadas com o intuito de promover uma maior sensação de segurança aos moradores. O trabalho tem cooperação do COPOM/6º BPM.

Agora, com duas viaturas á disposição da sociedade ourobranquense, o Sargento Marcone, comandante do DPM, disse que o município terá também rondas periódicas na zona rural, o que vai dar maior sensação de segurança.

Jair Sampaio

Votação que poderá fazer Ranieri Barbosa retomar o mandato e a presidência da CMN será amanhã

A Câmara Municipal de Natal votará nesta terça-feira, 24, requerimento apresentado pelo vereador Cícero Martins que poderá levar o também vereador Raniere Barbosa a retomar o exercício do mandato e também o de presidente da Casa.

Barbosa está afastado de suas funções desde julho passado por decisão do juiz José Armando Ponte Júnior, da 7a Vara Criminal, sob acusação de envolvimento de recursos públicos destinados à iluminação pública da capital.

O requerimento de Cícero Martins se baseia na decisão tomada pelo Senado de devolver ao senador Aécio Neves o direito ao exercício do mandato.

A decisão do Senado, aprovada por ampla maioria – 44 a 26 – se baseou no voto do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal.

No voto do ministro Celso de Mello ficou esclarecido que a decisão do STF que definiu a proteção ao exercício do mandato eletivo de senadores se aplica às Casas Legislativas estaduais e municipais. Pelo princípio da simetria há necessidade de análise, também, pelo Poder Legislativo nas hipóteses de prisões ou de aplicação de medidas cautelares em desfavor de parlamentares em geral.


O que o STF fez foi legislar sobre a proteção ao exercício do mandato parlamentar. Afastado de suas funções, o parlamentar sofre um prejuízo irreparável.

Com a decisão da suprema corte da Justiça brasileira, o parlamentar só poderá ser afastado por prática de crime, inclusive inafiançável e depois de condenado por sentença transitada em julgado.

Nestes casos, respectivamente, cabem a prisão e o consequente afastamento da função pública.


No caso de Raniere Barbosa, não ocorreu nenhuma das situações. E o vereador e presidente da Câmara está afastado de suas funções há cerca de 90 dias.

A expectativa é grande pela votação desta terça.

domingo, 22 de outubro de 2017

Ney Júnior afirma que tratamento em SP não é custeado com recursos públicos

O vereador natalense Ney Lopes Júnior, encontra-se internado em São Paulo onde realiza tratamento de saúde, atento a algumas indagações e comentários maldosos que circulam nas redes sociais o edil respondeu que seu tratamento não é custeado com recursos públicos.

“Diante de comentários maldosos que surgiram em grupos de WhatsApp, deixo claro que estou em SP com recursos próprios. Nenhum centavo da Câmara Municipal ou qualquer outro órgão público. Vim a SP por indicação dos próprios médicos de Natal, que são excelentes, diante da necessidade de exames gástricos de alta complexidade”.


Thaisa Galvão

Ministro da Defesa descarta intervenção militar no Brasil

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, descartou neste sábado (21) a possibilidade de haver uma intervenção militar no Brasil por conta da crise política no país.

O ministro participou neste sábado de uma cerimônia que marcou o fim da operação do Brasil na Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah) e conversou com jornalistas sobre os rumores da participação militar no contexto político do país alimentados por alguns setores da sociedade.

“Existe paz e tranquilidade dentro dos quartéis e nas Forças Armadas. Resumo o que as Forças Armadas entendem para o momento da seguinte maneira: dentro da Constituição, tudo, fora da Constituição, absolutamente nada”, afirmou o ministro, descartando a possibilidade de uma intervenção militar no Brasil.

“Para que intervenção militar? Para resolver o problema da Previdência? Para resolver o problema democrático, que está resolvido? Para resolver o problema da inflação, que está sendo resolvido? Para resolver o problema do desemprego, que está caindo? Para que intervenção militar, se o Brasil está sendo passado a limpo? Temos a Lava Jato, que está punindo aqueles que são responsáveis pela corrupção”, acrescentou.

Jungmann declarou ainda que o Brasil vive um momento bom em que os corruptos estão sendo punidos, e que a situação atual do país é de democracia.


Jornal do Brasil

Estudante que atirou dentro de escola está 'arrependido' e 'abalado', diz advogada

O estudante que abriu fogo em sala de aula está arrependido e abalado, disse ao G1 neste domingo (22) a advogada da família do aluno, Rosângela Magalhães. Filho de policiais militares, o adolescente está apreendido em uma cela separada de uma delegacia de Goiânia, mas deve ser transferido a um centro de internação provisória. Dois colegas morreram e quatro ficaram feridos.

Após um pedido do Ministério Público de Goiás, a juíza Mônica Cezar Moreno determinou na noite de sábado (21) a internação provisória do estudante por 45 dias, com transferência imediata para o Centro de Internação Provisória de adolescentes em Goiânia. A família teme pela vida do menino e tenta adiar a saída da delegacia.


“O centro de internações daqui não é seguro por conta da repercussão do caso, por conta dos pais serem militares, e o pai já coordenou a segurança do batalhão do sistema prisional, o que traz mais insegurança para a vida do menino”, explicou.

De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO), o menor deverá se apresentar ao Juizado da Infância e Juventude na segunda-feira (23).

O crime aconteceu na manhã de sexta-feira (20), no Conjunto Riviera. Além das mortes de João Vitor Gomes e João Pedro Calembo, ambos de 13 anos, outros quatros alunos, da mesma sala, foram baleados. Um deles recebeu alta neste domingo e já se recupera em casa, mas outros três continuam internados.

78% das mortes têm relação com o tráfico de drogas, diz secretária de Segurança

Diante da marca histórica de duas mil mortes em menos de um ano, a secretária de Segurança Pública do Rio Grande do Norte atribui a maior parte delas ao tráfico de drogas e às disputas entre facções criminosas, que dependem desse mercado ilegal. Do total de assassinatos, cerca de 78% estão relacionados com isso, afirma Sheila Freitas.

A secretária aponta o enfrentamento ao tráfico de drogas como principal passo para que o estado possa diminuir a violência nos próximos anos, mas considera que precisa de recursos e policiais suficientes para isso.

"Quando a gente faz um trabalho direto contra o tráfico de drogas, a gente reduz as mortes. Foi o que aconteceu em Parnamirim", diz a titular da pasta. Sheila afirma que o município da Grande Natal teve a criminalidade reduzida após uma série de operações policiais que desarticularam grands quadrilhas. O problema é que o negócio migra.

Neste ano, Ceará-Mirim, também na região metropolitana da Grande Natal, despontou com uma alta de homicídios, atribuídos pelas autoridades policiais ao tráfico. Além disso, a começar pela morte de 26 apenados na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, o ano contou com muitas chacinas e casos de múltiplas mortes, lembrou Sheila, ligados também a essas disputas.


A secretária afirma que a polícia vem trabalhando sobre as manchas criminais (regiões com mais estatísticas de criminalidade), porém conta com poucos policiais. "O Estado tem um plano, mas não tem como torná-lo efetivo sem pessoal", comenta.

Sobre essa demanda, ela afirma que o estado só poderá apresentar melhor resposta no segundo semestre do próximo ano. Até o fim de outubro, ela afirma, deverá ser lançado o edital com mil vagas para policiais militares. Os primeiros 500 devem ser convocados logo em seguida para o curso de formação e chegarem às ruas no segundo semestre do próximo ano.

Quando o assunto são os recursos financeiros, a pasta aguarda a liberação de um empréstimo do governo do estado com a Caixa Econômica Federal no valor de R$ 698 milhões. Desse total, R$ 50 milhões serão destinados para a Segurança, na recuperação de prédios e compras de materiais para as polícias e para o Corpo de Bombeiros. Porém ainda não há expectativa de quando esse dinheiro será liberado.


Com informações do G1/RN

RN chega a marca de 2000 homicídios em menos de dez meses

O Rio Grande do Norte chegou a marca de 2000 homicídios na madrugada deste domingo (22), com o assassinato de uma mulher no município de Monte Alegre, distante 56 quilômetros de Natal. Maria Flávia da Silva, de 29 anos foi morta a tiros na rua Manoel de Paiva, no centro da cidade.

O Instituto Técnico e Científico de Perícia ainda contabilizou outras três entradas até as 8h da manhã. Na cidade de Goianinha, no distrito de Lagoa do Poço, onde a vítima foi Leonardo Felinto da Silva, de 18 anos e em São Gonçalo do Amarante, no bairro Novo Santo Antônio. De acordo com o delegado Marcos Vinícius da DHPP no local duas pessaas foram mortas dentro de casa.

Informações ainda não confirmadas pela polícia dão conta de outros dois assassinatos, sendo no distrito de Guanduba, também em São Gonçalo e no Bairro Felipe Camarão, em Natal. Segundo o pesquisador Ivênio Hermes, do Observatório da Violência Letal Intencional no Rio Grande do Norte a tendência é que cheguemos no final do ano com um número bem superior se comparado a 2016.

Portal BO