quinta-feira, 31 de maio de 2018

Temer: ‘Graças a Deus estamos encerrando essa greve dos caminhoneiros’

O presidente Michel Temer participou nesta quinta-feira, 31, de um culto na Assembleia de Deus, em Brasília. Antes de ser recebido no templo, um bispo chegou a orientar os fiéis para que não vaiassem o presidente. O pedido foi atendido. Quando Temer chegou, foi aplaudido.

“Aqui você só vai ser aplaudido, porque aqui aprendemos a respeitar as autoridades constituídas”, disse o bispo Manoel Ferreira, ao receber o presidente.

Em seu discurso, Temer pediu aos presentes que orassem por ele e por seu governo. O presidente, que deixou o encontro sem falar com a imprensa, disse que o fim da greve dos caminhoneiros se deu por meio de diálogo e sem o uso da força. “Graças a Deus, estamos encerrando essa greve dos caminhoneiros, por meio de uma atitude minha que, muitas vezes, tenho sido criticada, que é o diálogo”, disse Temer. “Eu não uso a força, e nem mesmo a autoridade. A força, jamais. Até mesmo a autoridade, só depois de empreender o diálogo.”

Temer, que estava acompanhado do pré-candidato do MDB, Henrique Meirelles, disse que mantinha em sua mesa, na Presidência da República, dois livros: a Constituição Federal e a Bíblia.

“Eu confesso que, nos poucos momentos que eu tenho livre na minha sala, eu abro um pouco a Constituição, quando tenho dúvida de natureza organizativa, mas abro frequentemente a Bíblia. Aliás, deixo aberta. Mas de vez em quando folheio porque dizem ‘quando você tiver uma dificuldade, veja na Bíblia que você terá um caminho’. E não foram poucas as vezes que eu abri a Bíblia, assim, sem nenhuma intenção a não ser aquela do tipo ‘Deus, me dê um caminho’. Quando abria numa folha qualquer, numa página qualquer, eu lia um Salmo, um Provérbio, o que fosse e lá eu encontrava o caminho para aquele dia”, disse.

O presidente afirmou que “os dias na Presidência não são dias fáceis, especialmente no momento em que o País perdeu um pouco a noção da cerimônia, da solenidade, da liturgia, do respeito, da educação, que é uma coisa importantíssima”.

Temer também alegou que, durante a greve dos últimos dez dias, não houve nenhum ato de violência por parte do Estado Brasileiro. “A única morte que ocorreu, lamento dizer, foi de uma atividade política de alguém que atirou um tijolo em um caminhão, e acabou atingindo a cabeça de um caminhoneiro, mas não houve nada em oito, nove, dez dias. Nós estamos saindo dela com a maior tranquilidade.”


O emedebista disse que foi um exemplo da força do diálogo e de sua autoridade. “Quando o diálogo começou a falhar, eu chamei as forças federais todas para se conectarem, para se aliarem, e pacificarem o País. Isso deu um resultado extraordinário”, comentou. “Acho que eu fui chamado no dia de hoje, viu, bispo Manoel Ferreira, iluminado por Deus porque na verdade, disseram, ‘olha., vá lá no templo da Assembleia de Deus comemorar a pacificação do País. Acho que foi isso que nós fizemos.”

Estadão Conteúdo

Faixa alerta sobre risco de assalto e abuso sexual em rua da Zona Leste de Natal

Ao entrar neste trecho cuidado! Risco de ser assaltado ou ser molestada sexualmente". Uma faixa com esse aviso foi colocada pela mãe de uma vítima na Rua Presbítero Arthur Dumaresq, no bairro Alecrim, Zona Leste de Natal. No local, segundo moradores, várias pessoas vêm sendo assaltadas e mulheres sofrem abusos sexuais, desde janeiro deste ano.

Segundo eles, o suspeito é um homem alto, moreno, de olhos castanhos e rosto arredondado que sempre age pilotando uma motocicleta. De acordo com uma das vítimas, ele anuncia o assalto e aproveita a situação para tocar nos seios e outras partes do corpo das mulheres.

A vítima mais recente diz que o homem a assaltou tentou estuprá-la. "Ele pediu o celular e objetos de valor, mas depois disse que não queria. Ficou pegando no meu corpo, nos meus seios", lembra.

O crime aconteceu na quarta-feira 23 de maio. Em um vídeo captado por câmeras de vigilância, é possível ver apenas um homem de moto se aproximando e cercando a vítima. Continue lendo aqui...

Com informações do G1/RN

Prefeitura ampliará rede cicloviária de Natal com novas rotas na Ribeira

A Prefeitura do Natal, por meio da STTU, continua aumentando a rede cicloviária da cidade. Nos próximos meses será finalizada a implantação das ciclofaixas e ciclorotas do Circuito Cultural da Ribeira, privilegiando o nosso Centro Histórico.

Ao todo, serão 5 km de rotas cicloviárias implantadas na cidade. Essas rotas cicloviárias serão interligadas a ciclofaixa compartilhada da Av. Prudente de Morais e a ciclofaixa da Ponte Newton Navarro.

A da ponte já está preparada para a ligação com a ciclovia do Pró-Transporte, ligando as zonas Norte e Sul da cidade pela bicicleta, e já se liga a da Av. Pres. Café Filho e da Via Costeira.

Agora RN

Após decisão do TST, petroleiros do RN suspendem greve de 72 horas

Os petroleiros do Rio Grande do Norte suspenderam a greve de 72 horas iniciada nesta quarta-feira (30) em várias partes do país e que contou com atos em quatro municípios do estado. O sindicato potiguar seguiu a recomendação da Federação Única dos Petroleiros, que recomendou a suspensão da paralisação depois que uma ministra do Tribunal Superior do Trabalho (TST) aumentou a multa aplicada contra a categoria no caso de continuidade.

O recuo aconteceu após a ministra Maria de Assis Calsing, do TST, ter aumentado de R$ 500 mil para R$ 2 milhões a multa diária aplicada aos sindicatos dos petroleiros que aderirem à greve.

"A decisão do TST é claramente para criminalizar e inviabilizar os movimentos sociais e sindicais. Diante disso, a FUP orienta os sindicatos a suspenderem a greve. Um recuo momentâneo e necessário para a construção da greve por tempo indeterminado, que foi aprovada nacionalmente pela categoria", afirmou comunicado publicado pela FUP em sua página. Continue lendo aqui...

Com informações do G1/RN

José Agripino elogia greve e critica governo Temer e política da Petrobras

José Agripino - Mariana Di Pietro
O senador potiguar José Agripino, do Democratas, criticou a “falta de sensibilidade” do Governo Federal de reconhecer que a política de preços trabalhada pela Petrobras estava prejudicando os caminhoneiros e poderia levar a uma crise como a que o país vive atualmente, com a paralisação da categoria. As declarações foram dadas nesta quarta-feira, 30, em entrevista a 96fm.

“Faltou sensibilidade para a equipe de governo entender a importância de um acordo de governo ter sido firmado há mais tempo com os caminhoneiros, que vinha apresentando essas reivindicações há um mês”, afirmou o senador José Agripino, acrescentando, claro, que o problema começou ainda na gestão passada, do PT.


“A Petrobras está quebrada, foi quebrada pelo governo o PT. Falida. E a forma encontrada para recuperar a estatal foi essa política de preços que produziu uma injustiça com os caminhoneiros. O governo, mesmo que tardiamente, reconheceu e recompôs o preço”, avaliou Agripino, acrescentando que a política de preços da estatal, baseada na flutuação do preço externo, não pode ser uma prática livre, pelos impactos que ela causa na economia nacional.

“Não se pode um bem de mercado, que é a Petrobras, que pode prejudicar uma categoria que, em legítima defesa, pratica um movimento que termina por prejudicar toda a sociedade”, avaliou o senador potiguar. “A recuperação da Petrobras era importante sim, mas menos importante que a capacidade dos caminhoneiros de rodar e gerar toda uma atividade econômica que estava sendo gerada”, acrescentou.

José Agripino também disse entender a manifestação dos caminhoneiros, mas fez um apelo que a categoria volte ao trabalho. “Os caminhoneiros precisam entender que os 46 centavos foram encontrados como medidas de solução e é preciso que eles colaborem com o Brasil”, pediu o senador, ressaltando, também, que tem havido utilização política dessa manifesto. “Uma pequena parcela está se aproveitando politicamente da movimentação e prejudicando a sociedade”, disse.

Por Ciro Marques

Caern realiza intervenções na Hermes da Fonseca no próximo domingo

No próximo domingo (03), a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) realizará intervenções na Avenida Hermes da Fonseca. Será realizada a substituição de rede de dois trechos que atravessam a Hermes. O primeiro trecho é na rua Gen. Oliveira Galvão e o segundo na rua Des. Hemetério Fernandes.

A substituição evitará problemas futuros, já que será substituída uma tubulação em cimento amianto por uma mais moderna em PVC. O trabalho antecede o serviço de recapeamento realizado pela Prefeitura Municipal do Natal. Na conclusão da obra, a Caern realizará o serviço de pavimentação, deixando a via liberada para o tráfego. A pavimentação asfáltica será realizada durante a semana.

A empresa realizará o serviço no domingo, observando a redução do fluxo na via. Devido ao serviço haverá uma interrupção no fornecimento de água para toda a Zona Leste, compreendendo os seguintes bairros: Tirol, Petrópolis, Mãe Luiza, Ribeira, Areia Preta, Rocas, Barro Vermelho e parte do Jiqui. O prazo para normalização é de até 72h.

Agora RN

Ministro Carlos Marun diz que preço do diesel cairá R$ 0,46 a partir de amanhã

Carlos Marun - Antonio Cruz/Agência Brasil
O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse na noite de sexta-feira (30) que o compromisso do governo é com o preço que o diesel vai chegar aos caminhoneiros e não com “a forma como isso vai acontecer”. O ministro deu a declaração aos jornalistas após a coletiva do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, e do chefe do Estado Maior-Conjunto das Forças Armadas, almirante Ademir Sobrinho.

Marun disse que o caminhoneiro terá, a partir de sexta-feira (1º), o preço do diesel R$ 0,46 mais barato em relação ao preço praticado dia 21 de maio, quando a greve da categoria foi deflagrada. Os postos terão que informar o preço antigo e o preço novo, com desconto. “O nosso compromisso é com o valor do diesel no tanque. A forma como vai acontecer está sendo definida e redigida”.


A declaração do ministro se dá no momento em que o governo avalia o que fará com o projeto aprovado no Senado e enviado para o presidente da República. O projeto aprova a reoneração da folha de pagamento de 28 setores e a isenção da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) e do PIS/Cofins (respectivamente, as siglas dos tributos Programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público e Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social) sobre o óleo diesel. Este último, no entanto, é um imposto de que o governo não pretende abdicar e não estava no acordo inicial entre Planalto e Congresso.

Segundo Marun, a análise de vetos ao projeto está sendo feita pelo governo. A intenção do ministro é acalmar os caminhoneiros, que esperam pela publicação da isenção do PIS/Cofins conforme aprovado no Congresso, mas a isenção pode ser vetada por Temer. A tendência é que o governo vete a isenção do PIS/Cofins, como adiantou ontem (29) o presidente do Senado, Eunício Oliveira.

PM que matou bandido em São Paulo vai se filiar ao PR para disputar eleições

Imagem relacionada
A cabo da Polícia Militar Kátia Sastre vai se filiar ao PR para ser candidata à deputada federal nas eleições deste ano. Ela ficou nacionalmente conhecida após reagir a um assalto e matar um bandido, em 13 de maio, em frente à escola onde estudam suas filhas em Suzano, na Região Metropolitana de São Paulo.

“Ela vai se filiar, mas como é militar da ativa, só poderá se filiar na convenção”, afirmou o deputado federal Capitão Augusto (PR-SP) ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado. O parlamentar paulista prometeu trazer a militar ainda nesta terça-feira para uma visita ao prédio da Câmara dos Deputados.

Kátia está em Brasília e se encontrou na hora do almoço com lideranças do PR, entre eles, o ex-deputado Valdemar Costa Neto (SP), que comanda a legenda, e os deputados Tiririca (PR-SP) e Soraya Santos (PR-RJ). “Acho que o Brasil precisa de gente como ela”, disse Soraya, que é coordenadora da bancada feminina na Casa.


No PR, a avaliação é de que a PM pode receber até 500 000 votos, o que ajudará a puxar outros parlamentares, ajudando o partido a obter uma grande bancada na Câmara. Ela se juntaria a Tiririca, que, apesar de dizer que não deve disputar, é tratado como candidato à reeleição nas eleições deste ano.

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as regras para filiação de militares são diferentes. Militares da ativa com mais de 10 anos de serviço e que não tenham cargo no alto comando da corporação só podem se filiar oficialmente após serem “escolhidos” em convenção partidária.

Segundo a Justiça Eleitoral, somente a partir da convenção, é que o militar é considerado filiado ao partido. A partir daí, deve comunicar à autoridade a qual é subordinado para passar à condição de agregado. Se for eleito, é transferido para a inatividade.

Se contar com menos de 10 anos de serviço, após escolhido em convenção, também será transferido para a inatividade. Em ambas as situações, o militar não precisa, assim, respeitar a regra geral de um ano de filiado a uma legenda antes do pleito.

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Polícia Rodoviária Federal lançou hoje a Operação Corpus Christi 2018

Resultado de imagem para prf noturno
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou às 00h00 desta quarta-feira (30), a Operação Corpus Christi 2018 que segue até as 23h59 de domingo (03 de junho), intensificando o policiamento e a fiscalização nas rodovias federais.

O Corpus Christi é um evento baseado em tradições católicas realizado na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade, que, por sua vez, acontece no domingo seguinte ao de Pentecostes.

No Brasil, é um dos feriados cristãos mais comemorados, com missas, procissões e eventos especiais. O feriado de Corpus Christi, assim como todos aqueles próximos aos finais de semana, também é caracterizado pelo aumento do fluxo de veículos e de ônibus de passageiros nas rodovias federais.

A Organização das Nações Unidas elegeu a década 2011-2020 como aquela de Ações pela Segurança no Trânsito, na qual os signatários se comprometeram a reduzir a violência no trânsito e o Brasil, assim como os demais países, estipulou uma meta de redução de 50% das mortes para o período.

Para atingir os índices propostos o Governo Federal criou planos de ação como o Plano Plurianual – PPA 2016-2019 e o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito – Pnatrans, demonstrando que o tema tornou-se efetivamente uma política de Estado.

A Polícia Rodoviária Federal promove, nesse período, reforço concentrado no policiamento ostensivo preventivo em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade, de acordo com as estatísticas, para garantir aos usuários das rodovias federais segurança, conforto e fluidez do trânsito. Desta forma, o somatório desses esforços e ações estratégicas é denominado Operação Corpus Christi.

Orientações da PRF

Velocidade: O condutor deve respeitar os limites de velocidade estabelecidos para a via e obedecer as placas de sinalização; aonde não existir sinalização ou onde esta estiver prejudicada, deve manter velocidade compatível com as condições da via. Quanto maior a velocidade, maior é o risco e mais graves serão os acidentes.

Ultrapassagem: Ultrapassagem sempre pela esquerda e apenas em trechos permitidos. As ultrapassagem indevida é uma das principais causas dos acidentes graves.

Antes de iniciar uma ultrapassagem, certificar-se da distância e da visibilidade do veículo que pretende ultrapassar e dos que vêm em sentido contrário;

Se outro veículo o estiver ultrapassando ou tiver sinalizado seu desejo de fazê-lo, dar a preferência. Aguardar a vez; Sinalizar toda a manobra com antecedência e não realizar ultrapassagens em trechos de faixa contínua, subidas, descidas, pontes e acostamentos;

Atenção redobrada ao ultrapassar ônibus e caminhões. Por se tratar de veículos grandes e pesados, é preciso se certificar que há espaço suficiente para realizar uma ultrapassagem segura; Ao ser ultrapassado, não acelerar, não mudar a trajetória do veículo e manter distância segura do veículo à frente.

Álcool e outras drogas: Não há viagem para quem bebe ou usa drogas e dirige. Além de ser crime, os riscos para acidentes aumentam consideravelmente; Conduzir um veículo nas estradas é uma tarefa complexa que exige decisões rápidas, seguras e responsáveis. Álcool e drogas diminuem o reflexo, provocam sonolência, perturbação na visão e nos sentidos; Se for dirigir, não beba e nem utilize qualquer substância entorpecente.

Motocicletas: Usar sempre capacete; Manter distância das laterais traseiras dos veículos, eliminando assim o chamado “ponto cego”; Antes de trocar de faixa de rolamento ou ao aproximar-se de um cruzamento, usar os retrovisores e observar atentamente o local; Não trafegar próximo a caminhões. O deslocamento de ar produzido por esses veículos pode desestabilizar a motocicleta; Não circular com o farol apagado, pois dificulta a visualização da motocicleta pelos veículos que estão em sentido contrário.

Manifestações de Caminhoneiros: Em todo o Brasil, vivemos nos últimos dias uma grande mobilização de caminhoneiros. Foram registrados vários pontos de interdições nas rodovias federais, o que aumentou a responsabilidade da PRF para com os usuários da malha rodoviária. Com o empenho de toda a corporação, conseguiu-se restabelecer o direito de ir e vir dos brasileiros.

Vereadores de Natal recusam projeto para revogar aumento da tarifa de ônibus

Por maioria de votos, a Câmara Municipal de Natal rejeitou nesta quarta-feira (30) um projeto de decreto parlamentar que rejeitava o aumento da tarifa de ônibus da capital potiguar. O projeto foi apresentado na semana passada pelo vereador Sandro Pimentel (Psol). Dessa forma, a passagem do transporte público continua valendo R$ 3,65 na cidade.

O aumento da passagem foi aprovado pelo Conselho Municipal de Transportes na sexta-feira (18) e passou a valer no domingo (20), segundo decreto do prefeito Álvaro Dias (MDB). A ação repercutiu no Legislativo e a procuradoria da Câmara foi acionada para avaliar a legalidade do reajute. De acordo com nota divulgada pela Casa, os vereadores não foram convidados para participar do discussão.

Na semana seguinte, estudantes fizeram manifestação na Câmara Municipal e o vereador Sandro Pimentel apresentou o projeto que revogava o decreto do prefeito, com pedido de votação em urgência. Após negociar com o legislativo, o prefeito Álvaro Dias pediu prazo até o final da semana para avaliar se revogaria ou não a medida do Executivo. No fim do prazo, o prefeito manteve o aumento.

Dessa forma, o projeto foi colocado em votação nesta quarta-feira (30), porém a bancada governista conseguiu derrubar a matéria, com maioria de 14 votos contra 8 a favor. Ainda houve 7 ausências em plenário.

Com informações do G1/RN

Após cinco quedas consecutivas, Petrobras volta a aumentar preço da gasolina

O litro da gasolina comum já era encontrado ontem (21), em alguns postos da zona Sul de Natal, sendo vendido a R$ 4,59
A Petrobras voltou a aumentar o preço da gasolina, depois de cinco quedas consecutivas do valor do combustível. A partir de amanhã (31), o preço nas refinarias subirá 0,74% e passará a ser de R$ 1,9671 por litro.

Em maio, o preço do combustível nas refinarias da Petrobras acumula alta de 9,42%, já que em 28 de abril o litro custava R$ 1,7977. Apesar das reduções que haviam sido anunciadas após protestos, em Natal, o valor médio do litro de gasolina já é superior R$4,50 na maioria dos postos.

O preço do diesel, por outro lado, foi congelado por 60 dias como um dos pontos de negociação entre o Governo Federal e os caminhoneiros, que estão em greve há dez dias. Em todo país, o preço médio para o litro do combustível permanece em R$2,1016 nas refinarias.

Com informações da Agência Brasil e Estadão Conteúdo

Michel Temer diz que não tem mais como negociar com caminhoneiros

O presidente Michel Temer disse nessa terça-feira (29) que o governo “espremeu” todos os recursos para atender às demandas dos caminhoneiros. Em entrevista exclusiva ao programa Cenário Econômico, da TV Brasil, ele disse que não há mais o que negociar com a categoria e acredita no fim da paralisação até esta quarta-feira (30).

“Fizemos o que foi possível. Esprememos todos os recursos governamentais para atender os caminhoneiros e para não prejudicar a Petrobras. A essa altura não temos mais como negociar, o que fornecer. Tenho a impressão que entre hoje e amanhã isso estará normalizado”. O presidente citou ainda a determinação de algumas entidades representantes de caminhoneiros para que a categoria voltasse ao trabalho.

Uma delas foi a Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA). Em nota divulgada à imprensa, a entidade avaliou com sucesso a paralisação iniciada no dia 21 de maio. A entidade lembrou as negociações com o governo e o apoio popular e disse que se a categoria não voltar ao trabalho “tudo que foi conquistado corre o risco de se perder”. “Entendemos que daqui para frente só haverá prejuízo aos caminhoneiros, de modo que a CNTA e todas as entidades sindicais de sua base pedem a compreensão pelo fim da paralisação”, finaliza a nota.

Na última quinta-feira (24) o governo fechou acordo com parte das entidades representantes dos caminhoneiros. Foram 12 itens, incluindo o preço do diesel reduzido em 10% por 30 dias. No último domingo, no entanto, Temer voltou a negociar com a categoria e acordou uma redução maior por mais tempo: R$ 0,46 a menos nas bombas por 60 dias. O acordo firmado no domingo, e anunciado em pronunciamento presidencial no mesmo dia, também determinou a isenção da cobrança de pedágio para os caminhões que circularem com eixo suspenso em todo o país, dentre outros pontos.

Por Marcelo Brandão/Agência Brasil

Hoje é o último dia do sinal analógico de TV na região de Natal

Resultado de imagem para sinal digital
Às 23h59 desta quarta-feira, 30, o sinal analógico de TV será desligado em 26 cidades do Estado. A decisão foi tomada pelo Gired, grupo liderado pelo presidente da Anatel, Juarez Quadros, e homologada por Gilberto Kassab, Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), após apresentação da pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência, que aferiu que 92% da população desta região já está preparada para receber o sinal digital. A partir de 31 de maio, só será possível assistir à programação da TV aberta pelo sinal digital, que traz muito mais qualidade de som e imagem, sem interferências, fantasmas ou chuviscos.

Durante os últimos meses, a equipe da Seja Digital e seus parceiros realizaram diversas ações de mobilização social em diferentes bairros e comunidades da região. Foram mais de 300 Caravanas da TV Digital e mutirões de agendamentos e instalação. Nessas ações, mais de 100 mil famílias agendaram a retirada do kit, distribuído gratuitamente pela Seja Digital às famílias de menor renda inscritas em programas sociais do Governo Federal, e antenistas formados em parceria com o Senai e a ONG Núcleo de Desenvolvimento Social realizaram mais de 10 mil instalações gratuitas de conversores e antenas digitais, equipamentos que permitem que televisores antigos tenham acesso ao sinal digital.

ONGs locais, como o Lar Fabiano de Cristo, a Casa do Bem, a Fundação Fé, Alegria e a ADIC – Associação para o Desenvolvimento de Iniciativas de Cidadania do RN, foram importantes multiplicadores, ajudando a disseminar as informações pela região. Em parceria com 26 prefeituras, a população também foi atendida nos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e nos CadÚnicos do Bolsa Família, ação que mobilizou cerca de 300 voluntários e contou com a apoio de 460 servidores, capacitados para orientar os moradores sobre como continuar vendo TV após o desligamento do sinal analógico.

Até o momento, a Seja Digital distribuiu mais de 225 mil kits gratuitos, com antena digital e conversor, que permitiram que as famílias de menor renda continuassem assistindo aos canais abertos de televisão. Mesmo após o desligamento do sinal analógico, a entidade continuará distribuindo os kits gratuitos por pelo menos mais 30 dias.

Nos pontos de retirada, as famílias também recebem um treinamento sobre como realizar a instalação da antena digital e do conversor para que possam assistir aos seus programas favoritos com muito mais qualidade de som e imagem.


A região de Natal ainda foi pioneira em duas ações: o Cordel Digital e a Casa Digital. Na primeira, um cordel – manifestação popular tipicamente nordestina – foi criado com versos que explicavam os benefícios da TV digital e como as pessoas deveriam preparar seus televisores para receber o sinal digital. O cordel foi recitado em ônibus e praças da capital e região metropolitana, resgatando a cultura regional e levando informação para toda a população. A Casa Digital é uma exposição que conta a história da TV brasileira, passando do sinal analógico para o sinal digital, e que foi apresentada à população nas Caravanas da TV Digital, ação itinerante que percorreu diversas localidades.

A expectativa é que a região de Natal siga os passos de Brasília, São Paulo e Recife, e em pouco tempo 100% dos domicílios tenham acesso ao sinal digital. Os canais de atendimento também continuarão à disposição da população para oferecer todo suporte necessário mesmo após o desligamento. O site www.sejadigital.com.br e a central telefônica 147 (ligação gratuita) continuam disponíveis para os moradores que ainda tiverem dúvidas sobre como se preparar para o sinal digital.

Agora RN

Situação de abastecimento do RN só deverá se normalizar em seis dias, prevê Sindipostos

Resultado de imagem para frentista abastecendo
A desobstrução da BR-406, em João Câmara, efetuada por órgãos da força de segurança na tarde desta terça-feira (29) não será suficiente para normalizar integralmente a distribuição dos combustíveis no Rio Grande do Norte.

De acordo com informações de Antônio Sales, diretor do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do RN (Sindipostos-RN), ainda existem pontos de bloqueio em rodovias em outros estados que impedem de chegarem aos reservatórios potiguares diesel S-10 e etanol hidratado, escassos hoje no Estado.

“Apesar da desobstrução da BR-406, só conseguiremos enviar para os postos gasolina comum, gasolina aditivada e diesel S-50, combustíveis que temos estocados em nossa base de reabastecimento em Guamaré. Já etanol hidratado e diesel S-10 ainda dependem de desbloqueios de vias em Pernambuco, Ceará e Paraíba que ainda impedem destes combustíveis de chegar ao RN. Por isso, estimamos que a situação se normalize de 4 a 6 dias”, avaliou o diretor.

terça-feira, 29 de maio de 2018

Ciro Gomes afirma que Rio Grande do Norte vive "situação trágica" na economia

Resultado de imagem para ciro gomes
Em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, o pré-candidato à Presidência da República, Ciro Gomes (PDT-CE) disse que, economicamente, o Estado do Rio Grande do Norte está "em situação trágica".

"Em toda tragédia tem um lado bom, hoje o Brasil está com o pacto federativo rasgado, 27 estados, 17 estão quebradinhos da silva e o resto vai quebrar também se continuar esse quadro aí, o Rio Grande do Sul não tem saída, lá local, o Palácio do Piratini virou uma usina de destruição de liderança, o Palácio da Liberdade, de Minas Gerais, virou uma usina de destruição de lideranças, isso não é culpa dos governantes mineiros, o Rio de Janerio tá ingovernável, também não tem saída, claro que no Rio passou-se da conta da molecagem, da bandalheira, da roubalheira, mas não é o caso hoje, na minha opinião, o Rio Grande do Norte está numa situação trágica, para dar os exemplos mais doídos, São Paulo não está porquê faz 4 anos que não dá reajuste para os funcionários, coisa que o Ceará faz todo ano", afirmou Ciro Gomes.

Na entrevista, o pré-candidato também falou de questões como segurança pública, educação e política nacional, especificamente o PT. Assista o vídeo clicando aqui


Mossoró Hoje

Deputado Walter Alves defende redução de imposto para baratear combustíveis

Resultado de imagem para walter alves
O deputado federal Walter Alves, um dos vice-líderes do MDB na Câmara, defendeu, nesta terça-feira (29), a redução de impostos federais para baratear os combustíveis no país.

“É preciso que haja uma discussão para frear, de alguma forma, esses aumentos. Acredito que a solução passa, inevitavelmente, pela redução da cobrança de tributos federais. Os impostos, em alguns casos, representam mais de 40% do valor final dos combustíveis”, disse.

A redução do PIS/Cofins e da Cide sobre o diesel já foi uma das medidas adotadas pelo Governo Federal para acabar com a greve dos caminhoneiros. Contudo, o governo deixou de fora a gasolina e o etanol e ignorou as mudanças nas políticas de preços da Petrobras, que fizeram o preço dos combustíveis aumentarem, em média, 50% em pouco mais de um ano.

Por Interino

Com estoque limitado de alimentos, Onofre Lopes suspende novas internações

Resultado de imagem para onofre lopes
A greve dos caminhoneiros em todo o país vem afetando o abastecimento em muitos hospitais. No Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), novas cirurgias eletivas e internações foram suspensas.

A razão, de acordo com a assessoria do HUOL, é o estoque limitado de alimentos, que não são suficientes para servir novos pacientes. Já os acompanhantes também tiveram a alimentação suspensa, para que os internados possam ser priorizados.

Segundo a assessoria não há previsão para a normalização das atividades, uma vez que o Hospital depende da volta da atividade dos caminhoneiros. A assessoria também informou que não estão faltando medicamentos ou nenhum material necessário no tratamento dos pacientes.

Após o Governo anunciar medidas para redução do valor do diesel, as paralisações dos caminhoneiros continuaram. Nesta terça-feira, completam nove dias de greve. Cerca de 20 estados estão notificando impacto no abastecimento nas Centrais de Abastecimento (CEASA). Tocantins já está com o estoque zerado, enquanto Pernambuco e Minas Gerais notificam estado crítico. No Rio Grande do Norte, 70% dos produtos são oriundos de outros estados, e por isso os estoques estão em seu limite.

Agora RN

Deputado Mineiro diz que a crise no Brasil faz parte do roteiro “do golpe”

Em seu pronunciamento durante a sessão plenária desta terça-feira (29), o deputado Mineiro Lula (PT) afirmou que a greve dos caminhoneiros está inserida “na crise anunciada” devido à mudança na política de formação de preços dos combustíveis pelo atual governo. O parlamentar disse que a Petrobras foi “o principal alvo da ganância em Brasília”.

“Quero voltar a esse tema, da movimentação dos caminhoneiros, pela importância e pelo impacto que está tendo na sociedade brasileira, mas vou repetir que a crise em relação aos preços dos combustíveis foi anunciada, faz parte do documento do MDB, de novembro de 2015, onde está escrito sobre a privatização dos ativos, o teto dos gastos, as reformas trabalhista e da previdência”, criticou Mineiro, referindo-se ao documento “Uma ponte para o futuro”.

O parlamentar disse que “o roteiro do golpe foi anunciado” e que lhe causa estranheza o fato de o Governo Federal não se posicionar de maneira clara, “jogando para as costas dos Estados uma saída para a crise dos combustíveis”. O parlamentar afirmou que as mudanças no cálculo do ICMS terão consequências para os Estados e municípios. “Quero chamar a atenção para as medidas que o Governo está tomando, pois virão tempos mais duros ainda”, destacou o deputado.

Mineiro também criticou projeto de Lei de iniciativa do Governo do RN solicitando a antecipação de royalties. Segundo avaliou, a medida, caso aprovada, fará com que a próxima gestão do Executivo no RN inicie a administração com cerca de R$ 200 milhões a menos em suas receitas. O projeto tramita nas Comissões do Legislativo e Mineiro afirmou que irá se posicionar contrário.

ALRN

Postos de combustíveis na capital Potiguar estão na reserva, alerta Sindipostos

Resultado de imagem para POSTO de combustível EM NATAL
Com nove dias da greve dos caminhoneiros, Natal já contabiliza pane seca em vários postos de combustíveis. Quem ainda tem o que oferecer na bomba sabe que a reserva não durará por muito tempo caso os caminhões tanque continuem retidos nos bloqueios feitos nas rodovias.

No Instagram, uma das redes sociais mais utilizadas do mundo, o perfil @gasosanatal replica informações repassadas à página pelos próprios consumidores. “Acabei de abastecer na Av. Rio Branco. Ontem chegou 10 mil litros de gasolina”, escreveu um usuário. Uma mulher diz: “Na Rua dos Potiguares com a Av. Miguel Castro só tem diesel”. Outro anuncia: “Próximo ao Natal Shopping se não chegar outro caminhão, só tem combustível até o meio dia”.

A capital e várias outras cidades do estado têm se virado com muito pouco para garantir o abastecimento da frota. “Libera-se um caminhão ou outro, mas não é suficiente. Daí os postos em pane seca”, comentou Inácio Queiroz, gerente administrativo do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do RN, o Sindipostos.

Não à toa, a frota de ônibus em Natal está reduzida a 70% desde antes do fim de semana. No sábado e domingo, por sinal, esta porcentagem foi ainda menor. A medida ocorre para evitar que o transporte público da capital fique sem combustível para funcionar.

Em meio à greve que perdura, Inácio Queiroz é enfático: “A tendência é que a cada dia que se passe fique pior”.

Por Ayrton Freire

Estoques dos supermercados já estão pela metade, diz associação

Imagem relacionada
A Associação Brasileira de Supermercados (Abras) divulgou nota em que alerta para a redução dos estoques devido aos protestos dos caminhoneiros. Segundo a entidade, os estoques de produtos não perecíveis, que tem duração média de 15 dias, já estão pela metade. As manifestações da categoria chegam nesta terça-feira (29) ao nono dia.

A Abras acrescenta que, mesmo após o movimento de caminhoneiros vir a se encerrado, serão necessários de cinco a dez dias para que o abastecimento dos supermercados voltem a se normalizar.

Diante desse cenário, a associação que representa os supermercados do país alerta que “medidas urgentes precisam ser tomadas”, para garantir a qualidade no abastecimento da população. “O setor tem sofrido mais com a falta de abastecimento de produtos perecíveis, prejudicando as seções de hortifrúti, açougue e laticínios e derivados”, informa a nota.

Agência Brasil

Com greve de caminhoneiros, botijão de gás é vendido por até R$ 120 em Natal

Resultado de imagem para gas de cozinha em Natal
A falta de gás de cozinha, causada pela greve dos caminhoneiros, que chega ao 9º dia nesta terça-feira (29), vem causando transtornos a população Potiguar, fazendo com que moradores busquem alternativas pra conseguir cozinhar como fogão a carvão. Em Natal, o botijão de gás vem sendo vendido até R$ 120,00.

Como vários caminhões com botijões de gás liquefeito de petróleo (GLP, o gás de cozinha) estão retidos em bloqueios nas rodovias do estado, muitas distribuidoras de gás começam a ficar sem produtos em toda a Região Metropolitana de Natal.

O sindigás ressalta, ainda, a necessidade de que a Polícia Rodoviária Federal, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o Exército Brasileiro e os caminhoneiros reconheçam que o GLP é "um produto essencial para o bem-estar da população" e, portanto, permitam que os caminhões com botijões passem.

Justiça condena ex-prefeito de São Vicente a restituir R$ 4 mil ao município

O ex-prefeito do município de São Vicente, Josifran Lins de Medeiros, foi condenado a restituir R$ 4.115,46 aos cofres públicos daquele município da Região do Seridó, pelas taxas bancárias decorrentes da devolução de 91 cheques sem fundos emitidos em sua gestão, entre os anos de 2004 e 2008. Além disso, deverá realizar o pagamento de multa civil em favor do Município no valor de R$ 8.230,96.

A decisão é do Núcleo de Julgamento de Processos de Improbidade e Crimes de Corrupção do Tribunal de Justiça. Também foi decretada a suspensão imediata dos direitos políticos do ex-prefeito, pelo prazo de oito anos, bem como proibição de contratar com o Poder Público por cinco anos. O processo tramitou na Comarca de Florânia.

“Em decorrência de tal fato, houve despesa indevida ao erário que, apesar de ter sido em pequena monta, deve ser objeto de restituição sob pena de se institucionalizar a admissão de pequenas irregularidades e prejuízos ao erário” – destaca a sentença.

A ação, ajuizada em novembro de 2011, buscava a condenação do ex-prefeito pela emissão de cheques sem fundo que teriam gerado prejuízos aos cofres municipais com o pagamento de taxas bancárias por ato do então gestor municipal.

Foi determinado, ainda, o bloqueio de bens e valores do ex-gestor municipal, para garantir a restituição dos prejuízos e o pagamento da multa imposta.


O processo nº 0000716-83.2011.8.20.0139

Justiça suspende efeitos de lei municipal sobre gratuidade em estacionamentos em Natal

Resultado de imagem para estacionamento em natal
O juiz Luiz Alberto Dantas Filho, da 5ª Vara da Fazenda Pública de Natal, ressaltou, mais uma vez, o posicionamento jurisprudencial do Supremo Tribunal Federal (STF) no sentido de que a temática relacionada aos estacionamentos em estabelecimentos privados, ou mesmo públicos mas abertos livremente à coletividade, pertence à natureza do direito civil.

E por consequência compete privativamente à União legislar sobre a matéria (excluindo Estados e Municípios dessa competência), a teor do artigo 22, inciso I, da Constituição Federal. Desta forma, o magistrado determinou a suspensão, em caráter incidental e provisório, da Lei Municipal de Natal nº 6.747.

Com a determinação, ficam suspensos os efeitos do Auto de Infração nº 002257, inclusive da multa aplicada e posterior inscrição em dívida ativa, até o julgamento de decisão judicial em contrário, assegurando a empresa, autora do Mandado de Segurança nº 0819109-40.2018.8.20.5001, o direito de continuar cobrando normalmente a tarifa pela utilização do estacionamento localizado no Terminal Rodoviário de Natal.


O juiz também determinou a notificação da diretoria Geral e o chefia do Setor de Fiscalização do Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) da capital.

Inconstitucionalidade

A decisão também define que é preciso reconhecer, desde logo, que já foi definida a inconstitucionalidade da Lei Municipal em discussão, porque está se cuidando de uma situação real, específica, de repercussão econômica efetiva e imediata, na qual a Lei está sendo utilizada como instrumento, pelo Município, para obrigar a empresa demandante a deixar de cobrar pelo serviço de estacionamento no espaço onde vem exercendo suas atividades (terminal rodoviário de Natal). “Isso mesmo que por delegação do poder público estadual (Departamento de Estradas de Rodagem do Rio Grande do Norte), nas situações previstas naquela norma, inclusive já tendo sido multada”, destaca o juiz.

O julgamento também ressaltou que o próprio TJRN concluiu pela inconstitucionalidade da lei, tendo em vista que a norma, ao tratar da concessão de gratuidade em estacionamentos de estabelecimentos privados, estaria legislando sobre Direito Civil, matéria reservada à competência legislativa da União, cuja norma prevista na Constituição Federal é de repetição obrigatória.

“No julgamento da ADI nº 4.862/PR, o Plenário da Suprema Corte afirmou que a disciplina relativa à exploração econômica de estacionamentos privados se refere a Direito Civil, tratando-se, portanto, de competência legislativa privativa federal, nos termos do artigo 22, inciso I, da Carta Magna”, enfatiza o magistrado.


TJRN

Festival VillaMix Natal é adiado devido a paralisação dos caminhoneiros

Imagem relacionada
A organização do VillaMix Festival informa que devido a dificuldade de transporte das estruturas e equipamentos necessários para a montagem do evento em tempo hábil, provocado pelo bloqueio das estradas no país, o festival VillaMix Natal 2018, que aconteceria na próxima quarta feira, dia 30 de maio, na Arena das Dunas, será adiado para o dia 10 de agosto( sexta feira ).

Os ingressos já adquiridos vão valer normalmente para a nova data. Para quem optar pela devolução dos valores pagos, o reembolso será realizado conforme a compra: Ingressos adquiridos nos pontos físicos serão reembolsados no período de 05 de junho a 08 de junho, em local que será divulgado em breve pela organização do evento .Quem adquiriu os ingressos pela internet deve solicitar a devolução pelo site da TicMix.

Os detalhes do ressarcimento serão informados na quarta-feira, dia 30, no www.carnatal.com.br e redes sociais oficiais do evento. Todos os envolvidos no evento lamentam o adiamento mas reforçam a animação para fazer uma noite inesquecível no dia 10 de agosto.


Agora RN

segunda-feira, 28 de maio de 2018

Governo pode subir tributos para compensar diesel mais barato, diz ministro da Fazenda

Resultado de imagem para ministro da Fazenda, Eduardo Guardia
O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou nesta segunda-feira (28) que pode ser preciso aumentar outros tributos para compensar o subsídio que será dado aos caminhoneiros, para manter o preço do diesel mais baixo.

“Será compensado com outro tributos. Pode criar impostos, mas há restrições legais. Majoração de impostos, eliminação de benefícios hoje existentes. Através de lei ou decretos”, declarou ele.

Segundo o ministro, isso será necessário para compensar a redução de R$ 0,16 por litro do diesel da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE), e parte do PIS-Cofins.

Além disso, o governo também vai levar adiante um programa de subvenção econômica ao combustível, que assegurará R$ 0,30 a mais até o fim do ano. Ao todo, a redução no preço será de R$ 0,46 por litro do diesel.

“Ao invés de CIDE e PIS-Cofins sobre o diesel, vamos tributar outras coisas que eu vou comunicar quando for divulgado”, declarou ele a jornalistas.

Com informações do G1/SP

MPF apresenta ação contra José Agripino por propina em construção de estádio

Resultado de imagem para jose agripino
O Ministério Público Federal (MPF) ingressou na Justiça Federal no Rio Grande do Norte com uma ação de improbidade administrativa contra o senador José Agripino Maia (DEM) e o empresário José Adelmário Pinheiro Filho, o “Léo Pinheiro”, ex-presidente da OAS. O processo trata do recebimento de quase R$ 1 milhão em propina, pelo parlamentar, em troca de auxílio à empreiteira, responsável pela construção do estádio Arena das Dunas. A obra foi erguida em Natal para a Copa de 2014 por um preço superfaturado em R$ 77 milhões.

Em razão do foro por prerrogativa de função, a denúncia contra o senador sobre o mesmo esquema teve de ser apresentada pela Procuradoria-Geral da República ao Supremo Tribunal Federal (STF), que em dezembro decidiu pelo seu recebimento (tornando-o réu sob acusação de corrupção passiva e lavagem de dinheiro). Somente então os autos foram remetidos à Procuradoria da República no RN para as providências no âmbito civil da improbidade administrativa em primeira instância.

A ação de improbidade impetrada no Rio Grande do Norte pede a condenação dos dois réus por enriquecimento ilícito (artigo 9º, caput e inciso I, da Lei 8.429/1992), com a perda dos bens ou valores envolvidos (no total de R$ 904.224); perda da função pública; suspensão dos direitos políticos de oito a dez anos; pagamento de multa de até três vezes o valor do acréscimo patrimonial; e proibição de contratar com o Poder Público, pelo prazo de dez anos.

Entre 2012 e 2014, José Agripino recebeu no mínimo R$ 654.224 por meio de depósitos fracionados em sua conta e, pelo menos, outros R$ 250 mil disfarçados em “doações eleitorais” ao Diretório Nacional do DEM, presidido por ele. Em sua delação, o doleiro Alberto Youssef confirmou ter enviado quantias em dinheiro a Natal (R$ 3 milhões entre 2011 e 2014), para atender a “interesses” da OAS, que na época só possuía o estádio como obra de grande porte no estado. Os depósitos para o senador foram exatamente em datas próximas à vinda dos emissários do doleiro.

Entrave – A principal atuação de Agripino em prol da empreiteira foi a ajuda dada na liberação de parcelas do financiamento do BNDES para a obra, em 2013. Naquele ano, essa liberação dependia de um aval do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN) quanto ao projeto executivo da arena. Caso o tribunal apontasse sobrepreço ou superfaturamento, as parcelas seriam suspensas.

A OAS, no entanto, não havia apresentado ao TCE o projeto executivo completo e, dessa forma, não havia como o tribunal atestar a regularidade. Léo Pinheiro, então, solicitou a intervenção do senador e este chegou a reunir, em seu próprio apartamento, o relator do processo no TCE junto com representantes da empresa e do Governo do Estado.

O tribunal potiguar nada comunicou ao banco, nem ao Tribunal de Contas da União (TCU), e os repasses do financiamento continuaram ocorrendo normalmente. Somente em 2016 a área técnica do TCE-RN analisou os elementos apresentados pela OAS e constatou sobrepreço e superfaturamento totalizando R$ 77.532.187,35.

Relação – Durante a Operação Lava Jato, foram resgatadas mensagens trocadas entre o senador e o empresário tratando de encontros, troca de presentes e até mesmo a solicitação de uma aeronave para fins particulares pelo parlamentar. Os dados telefônicos comprovam 124 chamadas entre os dois, de 2012 a 2014. “Os elementos da investigação mostram que se tratava de relacionamento baseado em troca de favores e benefícios espúrios”, reforça o MPF.

Confira a íntegra da ação de improbidade (0800812-23.2018.4.05.8400) clicando aqui .

PRF escolta caminhões para abastecer aeroportos no RN, Paraíba e Ceará

Os combustíveis produzidos a apenas 200 quilômetros de Natal, na Refinaria Clara Camarão, enfrentam barreiras para chegar aos municípios potiguares, durante a greve dos caminhoneiros por redução do preço do óleo diesel. No final de semana, natalenses tiveram dificuldade de encontrar gasolina, etanol e diesel nas bombas de postos da capital. A paralisação chegou ao 8º dia nesta segunda-feira (28).

Para garantir o abastecimento dos aeroportos de Natal, Fortaleza e João Pessoa, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) confirmou que está fazendo escoltas de caminhões carregados do QAV (querosene de aviação) produzido em Guamaré, na região da Costa Branca potiguar.

No início da manhã do sábado (26), o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo (Sindipostos) afirmou que 40% dos postos da capital estavam sem combustíveis. Parte dos postos foram reabastecidos de gasolina e diesel entre o sábado e o domingo (27), mas a entidade não estimou quantos postos possuíam os produtos ou não.
Nesta segunda-feira (28), o Sindispostos alertou que o estoque nos postos da capital estão baixos e suficientes para atender a demanda até esta terça-feira (29). "Talvez alguns postos tenham estoque maior, suficiente até quarta-feira", afirmou Antonio Sales, presidente da entidade.

Caminhões com gasolina e outros tipos de combustíveis também foram escoltados nos primeiros dias de paralisação, para atender a pontos mais críticos como segurança e saúde.

Com informações do G1/RN

Pela 5ª vez consecutiva, Petrobras reduz preço da gasolina em 2,8% nas refinarias

A Petrobras reduziu, pela quinta vez consecutiva, o preço da gasolina nas refinarias. A partir de terça-feira (29), o combustível terá redução de 2,8% no preço e passará a custar R$ 1,9526 por litro. Desde 16 de maio, a gasolina não custava menos do que R$ 2.

Apesar disso, no mês de maio a gasolina acumula uma alta de 8,6%, já que, em 28 de abril, o litro do combustível tinha o custo de R$ 1,7977.

Agência Brasil

Linhas de ônibus rodam com 70% da frota nesta segunda-feira, diz STTU

As linhas de transporte urbano de Natal vão circular com frota 30% abaixo do normal nesta segunda-feira (28), segundo confirmou no final da manhã deste domingo (27) a Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU). Também deverá funcionar com número de veículos abaixo do normal, o sistema de ônibus intermunicipais. De acordo com o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do RN (Setrans), a redução das viagens da capital para o interior e do interior para Natal será de cerca de 40%.

A redução da disponibilidade de ônibus na capital para 70% da frota foi uma solicitação feita pelas empresas transporte municipal à prefeitura, que acatou o pedido para evitar um colapso no sistema, por falta de diesel para abastecer os veículos. De acordo com as entidades que representam as empresas, a greve dos caminhoneiros gerou um desabastecimento do óleo diesel, que é usado como combustível dos ônibus.

Na última sexta-feira (25), a frota já circulou com redução de veículos. Neste domingo (27), segundo a STTU, cerca de 50% dos ônibus da capital circularam - mas essa já é a média do domingo.

Com informações do G1/RN

Rodovias do RN continuam com pontos de bloqueio nesta segunda-feira

Os protestos promovidos pelos caminhoneiros contra a alta no preço dos combustíveis seguem sem sinais de que haverá desmobilização
O Rio Grande do Norte começa a semana com frota de ônibus reduzida por causa da greve dos caminhoneiros. Em Natal, os postos de combustíveis foram reabastecidos no fim de semana, mas em alguns ainda se formam filas. O abastecimento de gás de cozinha também está comprometido.

Nas estradas, ainda são muitos os pontos com bloqueios parciais. Os caminhoneiros exigem redução do preço do óleo diesel e aumento no valor do frete.

Diretor da Associação dos Supermercado do Rio Grande do Norte (ASSURN), Geraldo Paiva Junior disse que ainda na manhã desta segunda (28) vai falar com a imprensa sobre os impactos da greve nos supermercados do estado.

O governo do estado montou um gabinete de crise e disse que vem fazendo reuniões com as forças de segurança pública e com o Comando da 7ª Brigada de Infantaria do Exército para debater estratégias e avaliar os impactos da paralisação. Até o momento, segundo o governo, a situação está “sob controle”.

Com informações do G1/RN

domingo, 27 de maio de 2018

No WhatsApp, caminhoneiros dizem que greve está longe do fim

A liberação de alguns trechos de estradas, como em São Paulo, está longe de significar o fim da greve. Nos grupos de WhatsApp dos caminhoneiros, a ordem é manter a paralisação, pelo menos, até terça-feira, 29. Por ora, a maioria concordou em liberar as estradas e continuarem estacionadas em pontos estratégicos.

Mas, nas últimas postagens, lideranças dos caminhoneiros começam a organizar novas paralisações a partir de amanhã, às 8 horas. Num vídeo que está circulando nos grupos de WhatsApp, representantes chamam, além dos caminhoneiros, veículos de passeio para parar as BRs. Além disso, uma manifestação em pontos estratégicos das principais capitais também está sendo organizada.

Pelo tom das conversas, as reivindicações vão além do problema do preço do diesel. Depois da dimensão que a greve tomou nos últimos dias, os motoristas acreditam que podem mudar o rumo do País. Cada um tem uma tese, mas todos apostam no força do exército como aliada e na intervenção militar como solução para os problemas do País.

Alguns vídeos mostram a atuação dos soldados acionados para liberar as estradas. Eles são recepcionados com palmas e continência pelos caminhoneiros, que prometem manter um protesto pacífico, o que é apoiado pelos soldados. Em outros vídeos, a polícia militar também demonstra apoio aos grevistas.

Agência do Estado

Caminhoneiros liberam e carretas com combustíveis chegam à Grande Natal

Motoristas formaram longas filas em postos que ainda têm combustíveis em Natal (Foto: Igor Jácome/G1)
Após várias horas de negociação, a Polícia Rodoviária Federal e o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Rio Grande do Norte (Sindipostos) conseguiram liberar as 40 carretas com combustíveis e gás de cozinha que iam abastecer os postos de gasolina da região metropolitana de Natal. O bloqueio estava formado na cidade de João Câmara e a previsão é que os postos fossem reabastecidos durante a madrugada.

“Muitos postos segundo relatos até mesmo dos clientes já amanheceram com combustíveis para a população. Nós cremos que não havendo mais bloqueio até terça ou quarta feira a situação de suprimento de combustíveis seja restabelecida”, afirmou o presidente do Sindpostos, Antonio Sales, em contato com o Agora RN.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, inclusive, a situação do bloqueio de vias na manhã deste domingo, 27, segue sem alterações com relação a sábado, 26. Em breve, a PRF deve divulgar um boletim nacional sobre a situação.

De acordo com o Sindpostos, em matéria publicada pelo G1, pelo menos 40% dos postos de Natal e Grande Natal acusam a falta de pelo menos um tipo de combustível, seja etanol, gasolina ou mesmo óleo diesel. A greve dos caminhoneiros completou seis dias neste sábado (26) e já tem reflexos no transporte público e no abastecimento de alimentos e combustíveis no Rio Grande do Norte.

Agora RN

Petroleiros decidem entrar em greve por 72 horas a partir da próxima quarta-feira

Resultado de imagem para greve dos petroleiros
A Federação Única dos Petroleiros (FUP) decidiu entrar em greve a partir da meia-noite da próxima quarta-feira (30). Segundo comunicado emitido na noite de ontem (26), a paralisação deve durar 72 horas.

Os petroleiros pedem a redução dos preços de gás de cozinha e combustíveis e a saída de Pedro Parente da presidência da Petrobras. Também reivindicam a retirada das tropas das Forças Armadas que, desde a última sexta, ocupam algumas refinarias da Petrobras para liberar o transporte de combustíveis.

“Os eixos principais do movimento são a redução dos preços dos combustíveis, a manutenção dos empregos, a retomada da produção das refinarias, o fim das importações de derivados de petróleo, não às privatizações e ao desmonte da Petrobras e pela demissão de Pedro Parente da presidência da empresa”, afirma a nota.

A decisão foi tomada neste sábado durante uma reunião no Rio de Janeiro por meio de teleconferência. A federação classifica a paralisação de quarta como uma “advertência” e parte das mobilizações para construir uma “greve por tempo indeterminado, que foi aprovada nacionalmente pela categoria”.

A greve foi aprovada na semana retrasada e a previsão era iniciá-la no próximo dia 12. Ontem, em entrevista ao Estadão, o coordenador-geral da FUP, José Maria Rangel, afirmou que o movimento dos caminhoneiros “jogou luz” sobre a política de preços da Petrobras, assunto que vem sendo tratado pela FUP “há bastante tempo”. “A questão central nos preços dos combustíveis não são os tributos, é a política do Pedro Parente”, disse Rangel, em referência ao presidente da Petrobras.

“A gestão entreguista de Pedro Parente está obrigando a Petrobras a abrir mão do mercado nacional de derivados para as importadoras, que hoje são responsáveis por um quarto de todos os combustíveis comercializados no país”, diz a nota. 

Segundo o comunicado, algumas ações começam já neste domingo com “novos atrasos e cortes de rendição nas quatro refinarias e fábricas de fertilizantes que estão em processo de venda: Rlam (BA), Abreu e Lima (PE), Repar (PR), Refap (RS), Araucária Nitrogenados (PR) e Fafen Bahia”.

Por Talita Abrantes

Morre, aos 86 anos, padre Pio, sacerdote holandês há 50 anos em Natal

Morreu na manhã deste domingo (27) em Natal, o padre Gerard Hubert Hensgens, conhecido como padre Pio. Aos 86 anos de idade, o sacerdote estava internado há cerca de um mês. Será realizada uma missa na igreja matriz do Sagrado Coração de Jesus, às 15h, e o sepultamento será às 17h no cemitério de Nova Descoberta.

O Pe. Pio nasceu na Holanda, no dia 28 de março de 1932. Pertencia à Congregação dos Redentoristas. Sua ordenação sacerdotal aconteceu no dia 16 de setembro de 1959. Desde 1968, estava em Natal, onde ficou conhecido como o desbravador da zona sul, quando se tratava de evangelização. Quando ele chegou à cidade, atendia as comunidades de Lagoa Seca e Morro Branco.

De acordo com a Arquidiocese de Natal, o sacerdote idealizou e assumiu muitas ações sociais. Até os dias atuais, mesmo com algumas limitações, atuava como função de vigário paroquial do Sagrado Coração de Jesus, em Morro Branco.

Portal OP9

'Vamos cumprir', diz porta-voz do Exército sobre desbloqueio de rodovias no RN

Resultado de imagem para br 101 em parnamirim caminhoneiros
Missão dada é missão cumprida. E nós vamos cumprir", afirmou ao G1 o porta-voz do Exército no Rio Grande do Norte, coronel Erland Mota, sobre a publicação de decreto do governo federal que autorizou o uso das forças armadas para desbloqueio de rodovias onde acontecem manifestações de caminhoneiros por redução no preço do diesel. Este domingo (27) é o sétimo dia consecutivo de protestos.

De acordo com o coronel, uma força-tarefa foi montada com as três forças armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica), além de órgãos estaduais, como Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, e órgãos federais, como Ministério Público, Advocacia Geral, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.

Uma reunião entre esses órgãos está programada para este domingo, com o objetivo de sincronizar e harmonizar as atuações das forças. Ainda de acordo com ele, já existe um sala de controle montada para discutir a situação do estado e que já tem atuado na negociação com os manifestantes. Tanto, reforça, que não houve falta de combustíveis e outros insumos para serviços essenciais. "A solução passa por negociação", declarou o coronel Erland.

Ainda de acordo com ele, cada órgão continua responsável por suas funções constitucionais e área de atuação. "Estamos apenas sincronizando as atividades para evitar que 'um atire no outro'", explicou.

Na manhã deste domingo (27), rodovias federais continuam bloqueadas no Rio Grande do Norte. De acordo com a PRF, ninguém foi preso ou multado até a última atualização. Apesar dos bloqueios, neste sábado (26), manifestantes deixaram caminhões carregados com combustíveis passar para abastecer postos de Natal e região metropolitana.

Com informações do G1/RN

Ministério Público recomenda que postos não cobrem preços abusivos em Natal

Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) recomendou que os postos de combustíveis do Estado não aumentem os preços de maneira abusiva em virtude da greve nacional dos caminhoneiros. A recomendação das Promotorias de Justiça de Defesa do Consumidor de Natal será publicada na edição deste sábado (26) do Diário Oficial do Estado (DOE). Caso descumpram o que foi recomendado, os infratores estarão sujeitos a diversas sanções, conforme prevê o Código de Defesa do Consumidor, entre elas multa, suspensão temporária da atividade, cassação de licença do estabelecimento ou de atividade e interdição da atividade.

O aumento abusivo é configurado quando o posto reajusta os valores dos combustíveis sem conseguir justificar, comprovando documentalmente, a variação do preço da compra junto à distribuidora e demais despesas.

Os postos também devem se abster de recusar pagamentos com cartões de crédito e débito, caso corriqueiramente aceitem essas modalidades de pagamento. “Diante do caos que ora se instaura, ficará evidenciado uma conduta oportunista e restará caracterizado o dolo de aproveitamento, o que resultará em responsabilização cível”, diz um trecho da recomendação.

O MPRN levou em consideração a informação que diversos postos de combustíveis do país elevaram o preço dos produtos sem justa causa e em valor excessivo, sob o argumento de um suposto desabastecimento futuro. O MPRN frisa que a fixação artificial de preços ou quantidades vendidas ou produzidas é crime contra a ordem econômica e que o proprietário do posto pode ser punido com pena de reclusão de 2 a 5 anos e multa, conforme estabelece a Lei 8.137/1990, que define crimes contra a ordem tributária, econômica e contra as relações de consumo.

No documento, o MPRN solicita ao Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Rio Grande do Norte (Sindipostos/RN) que encaminhe a recomendação administrativa a todos os postos revendedores de combustíveis sediados no Rio Grande do Norte. O Sindipostos/RN tem prazo de 10 dias úteis para informar se atendeu a recomendação.

O MPRN também recomendou aos Procons Estadual e Municipais que realizem levantamentos e atos fiscalizatórios para inibir a prática abusiva. Caso sejam constatadas violações, esses órgãos devem comunicar ao Ministério Público, que irá adotar as medidas judiciais cabíveis nas esferas cível e penal.

sábado, 26 de maio de 2018

Polícia Rodoviária Federal já aplicou 349 multas que totalizam R$ 1,77 milhão

Resultado de imagem para prf rodovias bloqueadas
Em meio à paralisação de caminhoneiros por todo o País, a Polícia Rodoviária Federal (PFR) informou neste sábado, 26, que já aplicou 349 multas ao longo dos últimos dias que totalizam R$ 1,77 milhão.

As multas estão previstas no Código de Trânsito Brasileiro. No artigo 253-A, o código considera infração gravíssima “usar qualquer veículo para, deliberadamente, interromper, restringir ou perturbar a circulação na via sem autorização do órgão ou entidade de trânsito”.

A PRF informou, em balanço das 11h30, que havia 596 pontos ativos de bloqueios (52,28%), mas em sua maioria parciais e sem prejuízo à livre circulação. Outros 544 trechos foram desbloqueados entre meia noite e 11h30. 

Segundo a corporação, foram criados corredores para a circulação de cargas sensíveis, transporte de animais, gêneros alimentícios, equipamentos essenciais e combustíveis.

Na última sexta-feira (25), o ministro Raul Jungmann, da Segurança Pública informou que o total de pontos de bloqueio havia chegado a 938, dos quais 419 foram liberados, persistindo 519 (55,3%).

Agência estado

Exército se reúne com forças de segurança do RN para traçar planos de ação

Resultado de imagem para Exército se reúne com forças de segurança do RN para traçar planos de ação
Desde ontem (25), membros do Exército Nacional se reúnem com os diversos segmentos das forças de segurança pública do Rio Grande do Norte a fim de traçar um plano de ação para retirada dos caminhoneiros das rodovias do Estado, em cumprimento ao decreto do presidente Michel Temer, que autorizou o uso das forças armadas para liberar as estradas.

De acordo com o departamento de relações públicas do Exército, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Policia Rodoviária Estadual e outros setores da Secretaria do Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) vão se engajar na ação de retirada, que será multisetorial. O departamento de relações públicas ainda não deu, no entanto uma previsão para o início da ação física de retirada dos caminhoneiros, que permanecem fechando uma faixa da BR-101, em Parnamirim, e em outros pontos do Estado.

“Missão dada é missão cumprida. Vamos atender a ordem do decreto presidencial, mas com toda atenção a legalidade e na busca sempre de uma solução pacífica, que cause o mínimo de dano à população”, afirmou o relações públicas do Exército no RN, Coronel Erlan.

Ironicamente, os caminhoneiros cantam na BR o hino nacional e exibem placas pedindo “intervenção militar já”.

Tribuna do Norte

Arena das Dunas receberá 50 mil pessoas para culto de 100 anos da Assembleia de Deus

Resultado de imagem para arena das dunas
A igreja Evangélica Assembleia de Deus no Rio Grande do Norte (IEADERN) está completando 100 anos. Para comemorar o centenário, são esperadas 50 mil na Arena das Dunas, em Natal. A entrada é gratuita. Os portões devem abrir às 13h30.

Segundo a organização do evento, mais de 250 ônibus são aguardados com fiéis vindos de todas as regiões do estado. A Polícia Rodoviária Federal montou um esquema especial para gerenciar o tráfego e evitar que o fluxo desses veículos provoque congestionamentos nas principais rodovias, uma vez que o estado enfrenta o sexto dia seguido de protestos contra o aumento do preço do óleo diesel e tem várias rodovias com pontos de bloqueios.

Além da área interna, que comporta 30 mil pessoas, uma estrutura com som, telão e cadeiras será montada na praça externa da Arena das Dunas, onde devem ficar mais 20 mil pessoas.

ACESSO

O acesso ao evento é gratuito e foi garantido através de inscrição realizada pelos fiéis na internet. Para este sábado, no entanto, um lote extra de vagas será liberado. A recomendação é que as pessoas que não fizeram inscrição cheguem cedo para evitar filas e conseguir vaga na área interna.
Os ingressos e todas as informações sobre acesso e programação estão disponíveis no site www.centenarioieadern.org.br.

IEADERN


Com 1.600 templos espalhados por todos os 167 municípios potiguares (263 deles somente em Natal), a Assembleia de Deus no Rio Grande do Norte é a maior denominação cristã evangélica do estado. Atualmente, conta com mais de 220 mil membros atualmente cadastrados.


A fundação da Igreja Evangélica Assembleia de Deus do Estado do Rio Grande do Norte aconteceu no dia 24 de maio de 1918.

Com informações do G1/RN

Ação do Exército, 'como sempre', será com base na Constituição, diz comandante

Resultado de imagem para general villa boas
O comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, afirmou, em sua conta do Twitter na noite de sexta-feira (25) que a força agirá para ajudar a garantir o abastecimento da população, prejudicado pela greve dos caminhoneiros, "com base na Constituição Federal, em apoio às instituições e pela democracia", como sempre ocorre.

O general Villas Bôas ressalvou no entanto, "é necessário que todos os setores da sociedade brasileira atuem para uma solução rápida dessa crise". Para esta ação, lembrou o comandante, "mais uma vez, o Exército" está sendo empregado em uma operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), que valerá até o dia quatro de junho.

O comandante não cita, mas nas Forças Armadas, a avaliação é de que não só Poder Executivo deveria se empenhar para solucionar o problema desta grave crise que atinge a todos. Os militares entendem que o Judiciário, o Legislativo e também o Ministério Público têm de fazer a sua parte. 


No caso do MP, os militares lembram ainda que eles deveriam estar agindo para a proteger a sociedade, que está tendo a sua dignidade afetada. Defendem também que os Estados entrem no esforço de solucionar o problema, porque ele afeta a todos os segmentos.