domingo, 31 de dezembro de 2017

Justiça autoriza RN a remanejar R$ 225 milhões para pagar folha da segurança

O desembargador Cornélio Alves, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, autorizou o governo do estado a remanejar R$ 225,7 milhões para pagamento dos salários dos servidores da Segurança Pública.

A decisão foi tomada no plantão judiciário deste sábado (30), atendendo a um mandado de segurança enviado à Justiça pelas associações de subtenentes e sargentos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, pela Associação dos Delegados de Polícia do RN e Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública.


Policiais Militares e bombeiros estão aquartelados no estado desde o dia 19 de dezembro, em protesto contra atraso de salários. Eles afirmam que só deixarão os batalhões com viaturas e equipamentos em condições de uso. A partir do dia 20, policiais civis também passaram a trabalhar apenas em escala de plantão.

A paralisação das forças de segurança pública causou aumento da violência no estado, que recebeu reforço de tropas da Força Nacional e neste final de semana passou a receber militares das Forças Armadas. O Governo Federal mandou 2.800 homens e mulheres ao estado.

No pedido feito à Justiça, as associações e sindicatos destacaram o atraso no pagamento dos salários, que é considerada verba alimentar, e argumentaram que ela tem prioridade entre as obrigações do governo. Afirmaram ainda que os servidores tinham dificuldade até mesmo de chegar ao local de trabalho por falta de recursos.

Por isso, colocando o Estado como parte coautora no processo, os servidores solicitaram que a Justiça autorizasse o governo a usar valores recebidos do Fundo Nacional de Saúde (R$ 180 milhões), somado a um saldo não executado no orçamento de 2017, para pagar os salários de novembro, dezembro e o 13º.

O magistrado deferiu o pedido com a ressalva de que o estado terá 10 meses, a contar do início de 2018, para repor o dinheiro usado.

Tropa de quase 3 mil homens garante segurança na passagem de ano no RN

Na presença do Ministro de Defesa, Raul Jungmann, e do governador Robinson Faria, o Exército apresentou os detalhes da Operação Potiguar III, iniciada nas últimas 24h e que entra ainda hoje, 30, na segunda fase. A expectativa é que até o final do dia, cerca de 2.800 homens estejam nas ruas da Grande Natal e em Mossoró. A reunião aconteceu na tarde deste sábado, na 7ª Brigada de Infantaria Motorizada, e contou com a presença de representantes de todas as entidades ligadas à Segurança.

“A operação terá duração inicial prevista de 15 dias, podendo ser prorrogada ou não, visando restabelecer a ordem e a segurança. Podemos afirmar que a virada de ano no RN será tranquila, e podemos assegurar também aos turistas que podem vir aproveitar todas as as belezas e cultura que o estado oferece”, destacou o ministro.

Na primeira fase da operação, que contempla as primeiras 24h após o decreto que instituiu a GLO, cerca de 1.100 homens já passaram a atuar na segurança estadual. Estão em deslocamento outros quase 1.700 militares, vindo do Ceará, Paraíba, Pernambuco e Alagoas, dando início à segunda fase, que contará também com efetivo da Força Aérea.

A operação dividiu a Grande Natal em seis áreas de atuação. Mossoró, a sétima área, receberá o efetivo que vem do Ceará. A tropa é formada por militares da Força Nacional, da Marinha e da Aeronáutica, além do Exército.

“Deixo a palavra de gratidão ao presidente Michel Temer, que tem sido solidário ao Rio Grande do Norte. Já conseguimos ver nas ruas a confiança das pessoas nas forças militares. Esse reconhecimento é muito valioso”, disse o governador Robinson Faria que destacou ainda que a presença das tropas será importante não só para a proteção da população, mas também da preservação da atividade turística.

O governador ainda retomou o apelo para que as polícias voltem o mais rápido possível às ruas, e realçou que tem feito todos os esforços para regularizar os salários. Até ontem, 86% dos policiais do RN receberam os vencimentos de novembro e os demais vão receber na próxima semana.

Detran intensifica fiscalização para inibir irregularidades no litoral do Estado

As ações de fiscalização na orla potiguar começam a ser intensificadas pelo Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran). Somente da quarta-feira (27) até o sábado (30) as equipes da Subcoordenadoria de Fiscalização do Detran, juntamente com policiais do Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE), percorreram a faixa de praias que vai da Redinha Nova até São Miguel do Gostoso, no litoral Norte do Estado.

A fiscalização focou o trabalho no sentido de coibir a circulação proibida de veículos na orla, no sentido de evitar ocorrências de acidentes envolvendo banhistas que estão utilizando as praias. A medida também abordou condutores para checar a documentação dos motoristas e veículos, como ainda a prática de estacionamento irregular sobre faixas de pedestres ou pontos proibidos pela sinalização viária.

A fiscalização flagrou vários condutores insistindo em circular com seus veículos na faixa de areia de praia, colocando em perigo a integridade física dos banhistas. Nessa situação, o motorista infrator é autuado no artigo 187 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), sendo a infração de natureza média, com perda de quatro pontos na CNH e multa no valor de R$ 130,16, podendo o veículo ser apreendido, caso o condutor não respeite a determinação do agente de retirada do automóvel da área proibida de circulação.

No total, as equipes efetivaram 19 autuações de condutores por desrespeito ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB). As medidas preventivas de educação e fiscalização de trânsito estão sendo e intensificadas pelo Detran em toda a orla do Rio Grande do Norte e vão seguir dessa maneira durante toda a Operação Verão organizada pelo Governo do Estado.

Assessoria de comunicação do Detran/RN

sábado, 30 de dezembro de 2017

RN registra 87 mortes violentas desde o início da paralisação de policiais

O Rio Grande do Norte registrou 87 homicídios desde o início da paralisação da Polícia Militar, no último dia 19 de dezembro, até a tarde deste sábado (30). O número representa um aumento de 40,3% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram contabilizadas 62 mortes violentas. Os dados são do Observatório da Violência Letal Intensional (Obvio) – instituto de contabiliza as mortes violentas no estado.

Esta sexta-feira (29) foi o dia mais violento, registrado pelas forças de segurança do Rio Grande do Norte, ao longo dos 12 dias de paralisação. No site do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), foram contadas 15 mortes violentas por arma de fogo, ao longo do dia. De acordo com o Obvio, foram 17 casos nas 24 horas. Ainda segundo a organização, após a morte de 26 presos na Penitenciária de Alcaçuz, em janeiro, esse foi o dia mais violento do ano no estado.
Neste sábado (30), tanto o Itep quanto o instituto contabilizaram cinco mortes violentas até o final da tarde.
Até então, o dia com o maior número de homicídios durante a paralisação da PM havia sido o sábado (23), que registrou 11 mortos, segundo o Obvio.

Com informações do G1/RN

Hotéis em Natal colecionam cancelamentos com crise na segurança

A mais nova crise instaurada na segurança pública do Rio Grande do Norte vem apresentando resultados devastadores para o turismo potiguar. Nos últimos dez dias, desde que os militares do RN passaram a não sair às ruas do estado cobrando salários em dia e melhores condições de trabalho, a média de cancelamentos nos hotéis potiguares subiu assustadoramente e as vendas para os meses de janeiro, fevereiro e março, que historicamente eram elevadas por causa do verão, estão completamente paralisadas há quase duas semanas.

Os dados apresentados foram repassados pelo empresário George Gosson, que administra a rede de hotéis Holiday Inn em Natal. Em contato com o Portal Agora RN, ele destacou que os números estão despencando drasticamente nos últimos dez dias e admitiu: nunca viu tanta exposição negativa do Rio Grande do Norte em tão pouco tempo. “Além do fato que é grave, tem o agravo de que está acontecendo em um período que existem poucas pautas nos grandes jornais. É um período muito difícil e péssimo para acontecer este tipo de situação”, contou.

De acordo com George, uma situação que tem contribuído para que os turistas desistam de visitar o RN nos próximos meses é o fato de que eles passaram a ser vítimas da criminalidade, vide o arrastão que aconteceu na última sexta, 29, em São Miguel do Gostoso, onde 80 deles entraram para a estatística. “Este caso foi o maior desastre possível e imaginável para o turismo do estado. Até pouco tempo nós ainda conseguíamos convencer as pessoas de que esse tipo de coisa não acontecia nos polos, mas depois disso vai ficar muito difícil”, lamentou.

Na visão do empresário, a única saída para que a crise na segurança pública do RN não volte a acontecer está na resolução da situação fiscal do Estado. “Enquanto o financeiro não for equacionado, os problemas continuarão. Os militares estão aquartelados porque não receberam salários e nem têm estrutura adequada para trabalhar. Se isso não for resolvido, não vai adiantar de nada a gente vender o estado lá fora, afinal, a qualquer momento o turista pode se deparar com dias intensos de assaltos na cidade que escolheu para passar suas férias”, concluiu.

Agora RN

Governador transfere controle operacional dos órgãos de segurança para o Exército

O governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria (PSD), transferiu o controle operacional dos órgãos de Segurança Pública do estado para o general de brigada Ridauto Lúcio Fernandes, comandante da Operação Potiguar III, para "garantia da Lei e da Ordem", que começou nesta sexta-feira (29) na região metropolitana de Natal e Mossoró.

O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado deste sábado (30). Com isso, toda a responsabilidade pelas ações das forças estaduais de segurança também passa a ser do Exército. A medida vale até o dia 12 de janeiro.

Apesar da presença do Exército, a capital teve uma noite violenta, com assaltos, roubos e confronto armado entre facções criminosas rivais.

Como argumento para a transferência do controle operacional, o governador considerou a paralisação das atividades dos policiais militares e civis que gerou "insegurança e transtornos à população do Estado".
Procurado pelo G1, o coronel Erland Mota, relações públicas do Exército na Operação Potiguar III, informou que a medida não significa uma suplantação do poder da Secretaria de Estado da Segurança ou do comando das polícias estaduais. "O objetivo é apenas sincronizar as ações, criar um planejamento centralizado", declarou.

Ainda de acordo com o coronel, a decisão está resguardada pela Lei Complementar 97 de 1999, que regulamento o uso das tropas na garantia da lei e da ordem. A primeira reunião entre os órgãos está marcada para a manhã deste sábado.

O envio de dois mil homens ao Rio Grande do Norte foi anunciado nesta sexta (29) pelo ministro da Justiça Raul Jungman. Ainda durante a noite, 720 homens já começaram o patrulhamento na capital potiguar. Os demais devem chegar ao estado ao longo do final de semana.

Com informações do G1/RN

Vereador sugere decretação de “Estado de Defesa” no RN para enfrentar bandidos

Com a paralisação dos policiais militares, que aguçou a crise na segurança pública, o que resultou em alta nos registros de assaltos, roubos e saques a estabelecimentos comerciais, o vereador em Natal Cícero Martins (PTB) defendeu na sexta-feira, 29, a decretação, pelo presidente Michel Temer (PMDB), de Estado de Defesa no Rio Grande do Norte.

Segundo ele, o artifício, previsto no artigo 136 da Constituição Federal, seria uma oportunidade de alterar temporariamente os dispositivos do Estatuto do Desarmamento com o objetivo de reduzir os índices de criminalidade. “Os bandidos teriam uma excelente recepção à bala quando fossem invadir os comércios e as casas. Isso poderia durar até sessenta dias e, após o equilíbrio institucional, voltaria a vigorar o Estatuto normalmente em nosso estado. Estamos atualmente em guerra civil, só com bandidos armados”, assinalou o vereador.

A instituição do Estado de Defesa é uma prerrogativa do presidente da República e só pode durar, no máximo, dois meses. O recurso deve ser usado, segundo a Constituição, para “preservar ou prontamente restabelecer, em locais restritos e determinados, a ordem pública ou a paz social ameaçadas por grave e iminente instabilidade institucional ou atingidas por calamidades de grandes proporções”.

Cícero defende também, como solução para a crise enfrentada pelo estado, a adoção de outras medidas emergenciais, algumas delas impopulares. “Como um corte na folha dos servidores, que é o nosso maior problema financeiro hoje. A despesa com pessoal já deve ultrapassar os 70% sobre a receita corrente líquida do Tesouro”, exemplifica.

O vereador, que está em seu primeiro mandato na Câmara de Natal, crê ainda que, devido ao “caos” atual, outra possível solução para a crise seria a renúncia do governador Robinson Faria (PSD). Na opinião de Cícero, a administração estadual tem carências que poderiam ser supridas pelo vice-governador, Fábio Dantas (PCdoB), o primeiro na linha sucessória.

“Apesar de estar em um partido ideologicamente oposto a mim, Fábio Dantas é um político inteligente e demonstrou isso nas medidas que tomou quando o governador viajou [o vice assumiu o governo em duas oportunidades este ano]. Ele precisaria realizar um SOS RN”, concluiu.

Agora RN

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Tropas Federais no RN são necessárias para evitar 'explosão de violência', diz ministro

Pelo menos 2 mil militares das Forças Armadas vão reforçar a segurança no Rio Grande do Norte, onde policiais militares e civis estão desde o último dia 19 com parte das atividades paralisadas, em protesto contra o atraso no pagamento de salários e do décimo terceiro. Segundo o ministro da Defesa, Raul Jungmann, o governo federal decidiu atender ao pedido feito ontem (28) pelo governador Robinson Faria, depois que equipes dos ministérios da Defesa, da Justiça e do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) avaliaram a situação da segurança pública estadual.

“Dada a permanência do impasse quanto à questão salarial, a recusa dos policiais de voltarem às suas atividades normais e [ao fato de] que, embora não tenhamos até aqui uma explosão da violência, esta vinha crescendo gradualmente, concluímos ser necessário deslocar tropas para o estado a fim de garantir a lei e a ordem”, explicou Jungmann a jornalistas.

Até o fim do dia de hoje (29), 500 homens do Exército, da Marinha e Aeronáutica já deverão estar atuando no patrulhamento ostensivo na região metropolitana de Natal e de Mossoró, as duas cidades mais populosas do estado. Nas próximas 48 horas, mais 1.5 mil militares serão deslocados de diversas unidades de estados próximos. A atuação militar será coordenada pelo Comando Conjunto das Forças Armadas.

Se necessário, o efetivo inicial será reforçado a atuará em outras localidades. Os militares das Forças Armadas reforçarão a presença federal no estado, onde 220 agentes da Força Nacional de Segurança Pública já atuam desde o ano passado: além dos 120 agentes que já estavam apoiando os órgãos policiais estaduais, no último dia 21 o governo federal autorizou o envio de mais 70 agentes para patrulhar as ruas da capital, Natal. Ontem (28), foi autorizado o envio de mais 30 agentes da Força Nacional para suprir a ausência dos policiais potiguares.

De acordo com o ministro, o governo federal já assegurou a disposição de reforçar o efetivo inicial, que atuará ao lado dos 220 agentes da Força Nacional de Segurança Pública já enviados ao estado. Cento e vinte agentes da força especial já estavam dando apoio aos órgãos policiais e de perícia potiguares desde o ano passado.

Para o ministro da Defesa, a situação de “anormalidade” em um período em que o estado recebe muitos turistas demonstra a necessidade de que seja discutida a ação de policiais civis e militares.

“Está na hora de termos clareza se as forças policiais podem ou não fazer greve. Pela lei, não podem, mas, na prática, o fazem, colocando a sociedade em uma situação de vulnerabilidade e medo. Entendemos a situação de quem fica sem salário, as vicissitudes e que há uma corresponsabilidade dos estados, mas lei é lei e deve ser cumprida”, comentou Jungmann, que viaja amanhã (30) para Natal, onde passará o réveillon, para acompanhar de perto a operação.

“Dentro da lei, vamos ser implacáveis na repressão de delitos e da criminalidade”, acrescentou o ministro, conclamando os policiais potiguares a retomarem suas atividades. “Faço um apelo para que, apesar de todas as dificuldades, retornem. Mais dia menos dia, esta situação aflitiva será resolvida.”

Tribuna do Norte

Ministério da Justiça prorroga permanência da Força Nacional no RN

O Ministério da Justiça prorrogou pelo prazo de seis meses a permanência da Força Nacional do Rio Grande do Norte, dentro do Plano Nacional de Segurança Pública. O novo prazo definido pela portaria nº 1.242, publicada nesta sexta-feira (29) no Diário Oficial da União, começa a ser contado a partir da próxima segunda-feira, 1º de janeiro.

De acordo com a pasta, a prorrogação acontece em "caráter episódico e planejado", também nos estados do Rio de Janeiro, do Rio Grande do Sul e de Sergipe. As equipes atuam nas ações de policiamento ostensivo, polícia judiciária, e perícia forense.

Ainda conforme a portaria, a operação terá o apoio logístico dos estados solicitantes, que deverão dispor de infraestrutura necessária à instalação da base administrativa da operação, bem como permitir o acesso aos sistemas de informações e ocorrências no âmbito da Segurança Pública, durante a vigência desta portaria.

Há uma semana, 70 homens e mulheres da Força Nacional chegaram ao estado para atuar no policiamento ostensivo, uma vez que policiais militares e bombeiros estão aquartelados desde a terça-feira (19). Nesta quinta-feira (28), o Ministério da Justiça anunciou o envio de mais 30 policiais. Com a polícia fora, das ruas, houve vários casos e arrombamentos, arrastões e assaltos em Natal e cidades do interior do estado.

Antes mesmo do reforço recente, o estado já contava com o apoio de 120 pessoas da Força Nacional atuando na perícia, no policiamento ostensivo e nas investigações, em parceria com os órgãos de segurança estaduais. O efetivo faz parte do Plano Nacional de Segurança Pública (PNSP), que começou em fevereiro.

Com informações do G1/RN

Polícia Civil prendeu quase 1.200 suspeitos por vários crimes em 2017

As equipes da Polícia Civil, que atuam na Grande Natal e no interior do Estado, conseguiram prender 1.184 pessoas, entre homens e mulheres que são suspeitos pela prática de diversos crimes, cometidos em 2017. Os suspeitos foram detidos em cumprimento a mandados de prisões e também mediante prisões em flagrante. As pessoas detidas são suspeitas pela prática de crimes como homicídio, estupro, associação criminosa, estelionato, tráfico de drogas, roubos, furtos, receptação de veículos, posse e porte ilegal de arma de fogo, roubos a bancos e caixas eletrônicos. Na Grande Natal, foram presas 664 pessoas e no interior do Estado, 520 suspeitos foram detidos.

Além das prisões, a Polícia Civil deflagrou 70 operações policiais, as quais resultaram em prisões, apreensões de armas, munições, drogas e de materiais ilícitos frutos de crimes. A Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) realizou a deflagração de 13 Operações Policiais que conseguiram prender suspeitos envolvidos com crimes como os de roubos a bancos e caixas eletrônicos.

Durante os 12 meses de trabalho, mais de uma tonelada de drogas foi apreendida. A Delegacia Especializada em Narcóticos de Mossoró apreendeu 1.152,5 kg de drogas, já a DENARC/Natal apreendeu 249 comprimidos de ecstasy, 57 micropontos de LSD, 10.317 quilos de skank, 10.876 quilos de cocaína, 35.349 quilos de crack e 98.853 quilos de maconha.

O trabalho investigativo das equipes da Polícia Civil resultou na remessa de 13.288 inquéritos policiais à Justiça, os quais foram finalizados em todas as unidades da Polícia Civil do Estado. As delegacias de Polícia Civil que são vinculadas à Diretoria de Polícia Civil da Grande Natal (DPGRAN) remeteram ao Poder Judiciário um quantitativo de quase 5.956 mil inquéritos policiais que foram finalizados em suas unidades. As unidades policiais que são vinculadas a Diretoria de Polícia Civil do Interior (DPCIN) remeteram à Justiça um total de 7.332 inquéritos policiais. Durante o ano, quase 900 operadores de segurança foram capacitados pela Academia de Polícia Civil, durante a realização de 26 cursos.
Resultado de imagem para operacao policial civil passo da patria
Avanços estruturais - Durante o ano de 2017, algumas unidades da Polícia Civil foram reformadas e outras mudaram de local de funcionamento. No dia 14 de setembro, a Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR), passou a funcionar em um novo prédio, localizado à Avenida Capitão Mor Gouveia nº 545, Bairro Bom Pastor. O espaço é fruto de um convênio com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran). No dia 28 de dezembro, foi inaugurado o novo prédio onde funcionará a Delegacia Municipal de Ceará Mirim.

As 10ª e 15ª Delegacias de Natal começaram a funcionar em prédios comerciais: A sede da 10ª. Delegacia de Polícia Civil passou a funcionar, desde o dia 16 de março na sala 25 do Shopping Seaway, que fica localizado à avenida Roberto Freire, nas proximidades da UnP. A da 15ª Delegacia de Polícia passou a funcionar, desde o dia 28 de junho, no Ponta Negra Center, localizado na Rua Palestina, 99, Ponta Negra. A unidade foi totalmente remodelada para um atendimento confortável e digno para a população, inclusive com atenção aos requisitos de acessibilidade.

Foram reformados os prédios da 4ª Delegacia de Polícia de Natal, onde foram construídas quatro salas novas; da Delegacia Especializada de Assistência ao Turista e Proteção ao Meio Ambiente (Deatur/Deprema) e o térreo 14ª Delegacia de Polícia de Natal. Além das reformas, está em processo de finalização a nova sede da Delegacia de Marcelino Vieira. Além das reformas finalizadas, encontra-se em processo de reforma a Delegacia de Parnamirim.

SESED/ASSECOM

Governo federal anuncia envio de 2 mil homens das Forças Armadas para o RN

O Ministério da Defesa anunciou nesta sexta-feira (29) o envio de 2 mil homens das Forças Armadas para reforçar o patrulhamento nas ruas do Rio Grande do Norte. Segundo o ministério, os primeiros 500 homens vão para o estado já nesta sexta. Os demais chegarão em até 48 horas.

O reforço das Forças Armadas será utilizado inicialmente na região de Natal, capital do estado, e de Mossoró. De acordo com o ministro da Defesa, Raul Jungmann, pode haver deslocamento para outras áreas em caso de necessidade. O reforço federal fica no estado, a princípio, por 15 dias, mas esse prazo pode ser prorrogado.

Policiais e bombeiros militares do Rio Grande do Norte estão aquartelados desde a última terça-feira (19). Policiais civis trabalham em regime de plantão desde quarta (20). As categorias reivindicam, além de melhores condições de trabalho, o pagamento dos salários e 13º.

A paralisação das polícias gerou um onda de crimes em várias cidades do estado. Assaltos, arrombamentos e arrastões se repetem diariamente desde o dia 19.

Desde o início da crise na segurança, o governo federal enviou cem homens da Força Nacional para auxiliar no patrulhamento. Eles se juntaram aos 120 integrantes da Força Nacional que já atuavam no estado.

Essa é a segunda vez que as Forças Armadas vêm auxiliar na segurança do RN somente em 2017. Em janeiro, cerca de 1,8 mil homens integraram a operação Potiguar II para combater a onda de ataques criminosos que acontecia em várias cidades do estado.

Com informações do G1/RN

Exército começará a atuar neste sábado nas ruas de Natal

O governador Robinson Faria informou na manhã desta sexta-feira(29) que o Governo Federal autorizou o envio do Exército para o Rio Grande do Norte, para dar início já a partir deste sábado(30), ao apoio de segurança nas ruas da capital e demais cidades no estado. Inclusive, o ministro da Defesa, Raul Jungmann estará nesta tarde em Natal para assinar ato de atuação.

Mais informações ao decorrer do dia...

Rosalba Ciarlini pede ao Ministério da Justiça envio de tropas federais para Mossoró

A prefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, enviou carta ao Ministro da Justiça, Torquato Jardim, relatando que o problema de segurança pública no Rio Grande do Norte atinge fortemente a cidade que administra, a segunda maior do Estado.

Na carta, a prefeita pede maior contingente das tropas federais no RN para que o município receba reforço.

Rosalba argumenta que Mossoró não foi incluída no plano emergencial e que possui cerca de 300.000 habitantes, é uma região metropolitana, considerada recentemente pelo próprio Governo Federal a capital do semiárido brasileiro e está sofrendo com a paralisação da polícia militar no Estado e com o avanço da violência.

Se valendo de estar em dia com os salários e diárias operacionais, a Prefeitura aumentou a carga de trabalho de sua Guarda Municipal, com patrulhamento 24 horas por dia, rondas, combustível extra para esse esforço, mas a prefeita tem consciência que o alcance das ações da Guarda Municipal não substitui nem se nivela ao das polícias Militar e Civil.

“Portanto, não é justo que uma cidade-polo como Mossoró fique desamparada e amedrontada uma vez que o Governo Federal determinou a chegada da Força Nacional ao Estado e esta não chegou à nossa cidade”, disse Rosalba na carta ao ministro da Justiça.

A prefeita disse que espera sensibilidade do Ministério da Justiça e do Governo do Estado – o apelo também foi enviado do executivo estadual – para encontrar caminhos com urgência no envio de tropas e outras medidas de segurança que tranquilizem a população.

STTU pede a Polícia Federal apuração de irregularidades em Identidades Estudantis

A Prefeitura do Natal, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU), envia nesta sexta-feira (29) ofício para a Polícia Federal e Ministério Público Federal objetivando a coibição da Identidade Estudantil em casos identificados como fraudes junto aos “alunos que simularam falsas matrículas na UFRN” e que vem prejudicando o sistema de transporte público de passageiros em Natal.

O ofício segue juntamente com a relação dos nomes e as provas colhidas durante o processo de investigação coordenado pelo secretário adjunto de Transporte, Clodoaldo Trindade. De acordo com o gestor “as provas são inquestionáveis, uma vez que os documentos são falsos e tem o agravante de que “os alunos” se diziam alunos universitários”.

A venda e a compra de documentos ilegais são crime e se for produzida em grupos pode configurar como uma associação criminosa. Os crimes são de falsificação ideológica e estelionato.

Blog do BG

Festa de Ano Novo altera trânsito e transporte na capital

O último dia do ano terá alterações no trânsito e no transporte público por causa da festa de réveillon em Natal. Segundo o diretor de Fiscalização da Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU), Rogério Leite, as mudanças começam a partir das 10h na Ponte Newton Navarro.

“Como todo ano, o sentido Redinha/Forte da ponte será fechado, ficando o sentido Forte/Redinha com operação em mão-dupla”, informou Rogério. Às 22h, a via deverá ser totalmente fechada para possibilitar a queima de fogos, sendo liberada apenas às 01h do dia 1º de janeiro.

Já em Ponta Negra, o acesso à orla será fechado a partir das 18h desde a Rotatória da Rua Vereador Manoel Sátiro com a Av. Eng. Roberto Freire até a Av. Erivam França – que será destinada para pedestres. A previsão de liberação, de acordo com a STTU, é às 4h. Por sua vez, o Largo João Alfredo (próximo a Igreja de Pedra) na Praia da Redinha será fechado a partir das 18h e a liberação deve ocorrer apenas às 6h.
Resultado de imagem para ponte newton navarro interditada
Já na Av. Pres. Café Filho, nas praias da zona Leste (Areia Preta, Miami, Artistas, do Meio e Forte), a interdição começará a partir da Ladeira do Sol e seguirá até a Rua Cap.-Mor Gouveia – sendo iniciada às 19h e encerrando às 01h. Na via, uma faixa será destinada para circulação de ônibus – tanto urbano como os de turismo – para facilitar o acesso do cidadão a orla.
Para dar suporte as interdições, a STTU contará com 35 agentes, sete motos e quatro viaturas durante a madrugada. O cidadão que precisar de auxílio poderá ligar para o Alô STTU, no telefone 156.

Desvio do Transporte Público

Devido as interdições na Praia da Redinha, a linha 08 (Redinha/Mirassol) irá desviar a partir das 18h pela Rua Maruim (estrada de terra paralela a Ponte Newton Navarro) na saída do terminal, chegando a Av. Dr. João Medeiros Filho. Na volta, a linha faz o itinerário inverso.
Já as linhas que circulam pela Ponte Newton Navarro vão sofrer alterações a partir das 20h. As linhas 35 (Soledade II/Candelária, via Av. Prudente de Morais), 64A/43 (Nova Natal/Praia do Meio/Candelária, via Alecrim) e 78A/47 (Santarém/Nova Descoberta, via Praça Cívica) vão operar a partir do Terminal de Brasília Teimosa. Já a linha 84 (Soledade I/Petrópolis) vai retornar a partir da rotatória da Redinha – facilitando o acesso do cidadão a orla da Redinha.

Funcionamento do Transporte na Madrugada

O cidadão que necessitar se deslocar para os locais da festa de Ano Novo realizado pela Prefeitura do Natal contarão com a frota de dias úteis em todas as linhas do sistema. Já durante a madrugada, o natalense poderá contar com as linhas corujões. Ao todo, cinco linhas operam na madrugada, realizando três viagens/cada.São elas:A (Ribeira/Cidade lta/Alecrim/Quintas/Redinha/Brasil Novo/Parque das Dunas/Vila Verde), B (Ribeira/Cidade Alta/Petrópolis/Tirol/Parque dos Coqueiros/Soledade/Nova Natal/Gramoré, via Midway Mall), C (Ribeira/Petrópolis/Via Costeira/Ponta Negra), E (Felipe Camarão/Cidade Nova/Cidade da Esperança/Ponta Negra, via Av. Bernardo Vieira) e a linha 33 (Planalto/Praia do Meio, via Mãe Luíza) que opera 24h.

Já no primeiro dia do ano, o natalense contará com o benefício da Tarifa Social. Com a medida, o valor da passagem cai de R$ 3,35 para R$ 1,70 nos pagamentos em dinheiro. A frota, por sua vez, circulará com os horários programados para os domingos.

Com bancos fechados, Detran tem funcionamento parcial nesta sexta-feira

O Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran-RN) informou que nesta sexta-feira (29) não haverá atendimento ao público no que diz respeito a emissão de boletos e baixa no sistema financeiro. A suspensão dos serviços acontece devido ao fechamento dos bancos e atinge todas as unidades do órgão no RN. Os processos que tenham as guias pagas apresentadas pelos contribuintes, desde que estejam devidamente baixadas pelo banco, deverão ter seus cursos normais. Assim como demais serviços já agendados previamente.

PRF alerta para trechos de rodovias federais no RN com buracos

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) alertou nessa quinta-feira (28) para que os motoristas redobrem a atenção em alguns trechos de rodovias federais no Rio Grande do Norte.

Segundo o órgão, em publicações no perfil oficial no Twitter, na BR-226, entre as cidades de Jucurutu e Campo Grannde, e na BR-427, entre Acari e Serra Negra do Norte, existem muitos buracos no asfalto.

Além delas, a PRF confirmou irregularidades no pavimento asfáltico da BR-405, entre Apodi e Pau dos Ferros.

“Reduza a velocidade e redobre a atenção!”, pediu o órgão federal.

'Onda de insegurança' cancela shows de réveillon na Grande Natal

Por causa da onda de assaltos que acontece durante a paralisação da Policia Militar do Rio Grande do Norte, a prefeitura de Parnamirim decidiu cancelar os shows musicais realizados todos os anos no réveillon da praia de Pirangi, no litoral sul da região metropolitana de Natal.

Em nota, a prefeitura confirmou que o cancelamento dos shows aconteceu "em virtude da onda de insegurança".

"Analisamos bem a situação e, por medida de segurança, achamos por bem suspendermos as apresentações musicais. Neste momento de tensão, a segurança da população vem em primeiro lugar", declarou o prefeito Rosano Taveira.

Na tarde desta quinta-feira (28), criminosos realizaram um arrastão em um supermercado localizado na praia, que é muito frequentada no verão potiguar.

Apesar do cancelamento dos shows, a prefeitura divulgou uma programação em comemoração à chegada do ano novo. Às 22h, na Praça São Sebastião, haverá missa celebrada pelo Padre Andreson Madson. Também foi mantida a tradicional queima de fogos à beira-mar.

Com informações do G1/RN

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Paraguai extradita chefe do tráfico de drogas na fronteira para presídio no RN


O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) informa que o traficante brasileiro Jarvis Chimenes Pavão, extraditado do Paraguai para o Brasil, nesta quinta-feira (28), já se encontra no presídio federal de Mossoró, no Oeste do Rio Grande do Norte. Ele deu entrada às 17h (horário de Brasília).

A autorização para inclusão dele no sistema penitenciário federal foi dada pelo juiz corregedor federal da unidade prisional.

Jarvis Pavão é conhecido como um maiores fornecedores de cocaína do Brasil.
Pavão estava preso desde 2009 na penitenciária Tacumbu, em Assunção. Ele cumpria pena de oito anos por crimes de lavagem de dinheiro e porte ilegal de armas no Paraguai.

No Brasil, ele irá cumprir pena de 17 anos e oito meses de reclusão a que foi condenado no Brasil pelos crimes de tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro.

Sua extradição foi solicitada pelo Juízo da Vara Criminal de Balneário Camboriú (SC), responsável pela condenação.

A entrega do criminoso ao Brasil foi autorizada pelo Poder Judiciário paraguaio em janeiro de 2010 e ficou aguardando a conclusão da pena que Pavão cumpria por crimes cometidos naquele país.

Houve ainda um pedido de extensão da extradição apresentado pelo Juízo da 7ª Vara Federal de Porto Alegre/RS, também pela prática do crime de tráfico internacional de drogas, também foi deferido pelo governo paraguaio. 

Participaram do processo de extradição a autoridade central brasileira, exercida pelo Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI) da Secretaria Nacional de Justiça (SNJ), com auxílio da Polícia Federal, da Interpol e do Ministério das Relações Exteriores.

Mossoró Hoje

Ministério da Justiça anuncia envio de mais 30 policiais da Força Nacional para o RN

O Ministério da Justiça confirmou o envio de mais 30 policiais da Força Nacional para reforçar a segurança nas ruas do Rio Grande do Norte. Policiais e bombeiros militares estão aquartelados desde a última terça-feira (19). Policiais civis trabalham em regime de plantão desde quarta (20). As categorias reivindicam, além de melhores condições de trabalho, o pagamento dos salários e 13º.

Após a paralisação das polícias, vários crimes foram registrados em Natal e cidades do interior do estado. Segundo a secretaria de Segurança do RN, a região metropolitana de Natal já registrou mais de 450 arrombamentos, roubos e furtos nos últimos nove dias. No mesmo período, em todo o estado, houve 59 homicídios, segundo o Observatório da Violência Letal Intensional (OBVIO) - instituto que contabiliza crimes contra a vida.

Setenta homens da Força Nacional chegaram ao RN na última sexta-feira (22) e se juntaram aos 120 que já estavam no estado. Com a chegada de mais 30 serão, ao todo, 210 homens da Força Nacional reforçando o patrulhamento ostensivo no RN.

Com informações do G1/RN

Governador do RN reforça pedido de envio das Forças Armadas ao estado

O Governo do Estado reforçou a solicitação de reforço das Forças Armadas para o Rio Grande do Norte, por causa da ausência da Polícia Militar nas ruas. O governador Robinson Faria (PSD) informou nesta quinta-feira (28) através de sua conta no Twitter que renovou o “apelo” ao Governo Federal para garantir a segurança da população.

“Fizemos a solicitação do apoio das forças militares ao Presidente Temer e ao Ministro da Defesa há 8 dias, e reiteramos hoje”, declarou Faria.

Mais cedo, o senador Garibaldi Alves Filho (PMDB) disse, também através do Twitter, que pediu ao presidente Michel Temer para que permitisse o envio das Forças Armadas ao Rio Grande do Norte. “O presidente se comprometeu em chamar o ministro Raul Jungmann para analisar o apelo. Já comuniquei ao Governo do Estado meu apelo”, afirmou Garibaldi.

Desde o dia 19 de dezembro, os policiais militares do Estado não vão às ruas, em protesto aos atrasos salariais do Governo e más condições de trabalho. Vários crimes foram registrados em Natal e cidades do interior do estado neste período. Segundo a Secretaria de Segurança do RN, a região metropolitana de Natal já registrou mais de 450 arrombamentos, roubos e furtos nos últimos nove dias. Em todo o estado, foram 59 homicídios, segundo o Observatório da Violência Letal Intencional (OBVIO).

Com informações do G1/RN

Governo do RN divulga calendário de pagamento do IPVA 2018

A Secretaria de Tributação do Rio Grande do Norte (SET) publicou nesta quinta-feira (28) a tabela com os valores do IPVA e o calendário do pagamento de 2018, que começa em março. A taxa de licenciamento anual dos veículos, cobrada pelo Detran, sofreu reajuste e vai custar R$ 90 no próximo ano.

A alíquota do IPVA não foi alterada, em relação a 2017, sendo correspondente a 3% do valor venal do veículo. Ou seja, se um veículo novo custa R$ 40.000, por exemplo, o proprietário pode fazer um cálculo simples para saber quanto terá que pagar: 
40.000 x 0,03 = R$ 1.200.

No caso de veículos usados, o valor usado no cálculo segue a Tabela Fipe - que aponta o preço dos veículos ano a ano. A partir de 10 anos, o veículo fica isento. O governo publicou uma tabela com os respectivos valores de IPVA, levando em conta essa tabela. Você pode consultar aqui.
Em 2017, o IPVA rendeu aos cofres estaduais R$ 348 milhões, segundo o secretário de Tributação, André Horta. Em 2016, foram levantados R$ 292 milhoes. A diferença entre os dois anos é nominal (ou seja, não leva em conta a inflação). "Nossa perspectiva é que no próximo ano a gente tenha um crescimento de 3% na arrecadação", declarou o secretário.

Agências bancárias fecham amanhã e reabrem terça-feira

As agências bancárias estarão fechadas amanhã (29) ao público e funcionarão apenas para serviços internos, informa a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Elas voltarão a funcionar na próxima terça-feira (2).

A Febraban lembra que as contas de consumo (água, luz, telefone e TV a cabo), bem como os carnês que estiverem com vencimento nas datas em que as agências estiverem fechadas, poderão ser pagos no primeiro dia útil depois do feriado, sem a incidência de multa por atraso.

A entidade lembra ainda que os tributos já vêm com data ajustada em relação ao calendário de feriados (federais estaduais e municipais).

Os clientes podem utilizar os caixas eletrônicos, internet banking, mobile banking, banco por telefone e correspondentes (casas lotéricas, agências dos Correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos comerciais credenciados) para fazer operações.


Agência Brasil

Mulher de gerente é feita refém e agência dos Correios é roubada no interior do RN

Bandidos armados fizeram refém a mulher do gerente dos Correios de Tenente Laurentino Cruz, na região Seridó potiguar, e levaram todo o dinheiro do cofre da agência. O crime aconteceu na manhã desta quinta-feira (28). Ninguém foi preso. 

De acordo com a PM, o roubo em Tenente Laurentino Cruz foi feito no início da manhã por três homens que chegaram de carro na residência do gerente e fizeram ele e a mulher dele reféns. Enquanto um dos bandidos ficou em casa com a mulher, os outros dois partiram para os Correios levando o gerente. Lá, eles saquearam toda a quantia que havia no cofre.

Ainda segundo a polícia, os criminosos levaram o gerente de volta para casa e deixaram ele e a esposa amarrados. Os assaltantes fugiram no mesmo carro que chegaram e abandonaram o veículo na saída da cidade. A PM acredita que outro automóvel deu apoio aos bandidos.


Com informações do G1/RN

Bandidos invadem delegacia na zona norte de Natal e furtam motos e bicicletas

Motocicletas foram depenadas e pelo menos 10 bicicletas levadas de dentro de uma delegacia da Polícia Civil na Zona Norte de Natal. O crime aconteceu na noite desta quarta-feira (27). Sem a Polícia Militar nas ruas há 9 dias, a região metropolitana da capital potiguar registrou mais de 450 roubos, furtos e arrombamentos contra o patrimônio. Em todo o estado, foram 59 homicídios neste período.

A delegacia invadida foi a 6ª DP, que fica no bairro de Pajuçara. Segundo os agentes que trabalham no local, os bandidos pularam o muro por trás do prédio e tiveram acesso ao pátio onde ficam os veículos apreendidos. Pelo menos dez motos foram depenadas e tiveram peças furtadas. Bicicletas novas também foram levadas. Ficaram apenas as que não têm condições de uso.

A 6ª DP, assim como todas as outras 14 delegacias distritais de Natal, estão fechadas há mais de uma semana por causa da paralisação da Polícia Civil, que aderiu ao movimento realizado pela PM e bombeiros militares que reivindicam o pagamento da folha de novembro, do 13º salário e melhores condições de trabalho.

Com informações do G1/RN

Prefeito e ministro da Saúde entregam UBS reformada à população de Felipe Camarão

Com a presença do ministro da Saúde Ricardo Barros, o prefeito Carlos Eduardo, entregou nesta quarta-feira (27) a Unidade Básica de Felipe Camarão II, ampliada e totalmente reformada. A UBS é a 47ª unidade de saúde entregue pela atual gestão, entre reformas, ampliações e construções.

O prefeito anunciou durante a solenidade que mais oito unidades de saúde serão entregues até o primeiro semestre de 2018 e informou que a cidade receberá 34 médicos do Programa Mais Médicos no próximo mês.

“Nossa gestão tem compromisso com a saúde. Encontramos unidades de saúde fechadas, estamos enfrentando uma crise econômica nacional e mesmo assim mantivemos os investimentos com o apoio do governo federal. Agradeço ao ministro Ricardo Barros que sempre nos recebe em Brasília, atende nossos pleitos e coloca técnicos do ministério a nossa disposição”, declarou o prefeito.
A unidade de saúde passou por restauração de toda a estrutura física e ampliação de alguns setores. Foram realizados serviços de pintura interna e externa, de salas, consultórios e banheiros, recuperação de fachada, paredes, calçamento, troca de piso e luminárias, troca de portas, janelas, revisão elétrica e hidrossanitária.

Além disso, foram construídas quatro novas salas de odontologia. A ambiência está climatizada, com acessibilidade dentro dos padrões da NBR/9050, e as normas da Vigilância Sanitária.

“Agradeço o empenho de todos, pois, apesar da dificuldade de recursos financeiros, o prefeito Carlos Eduardo teve disponibilidade para atender à saúde e hoje estamos entregando mais uma UBS reformada”, disse a secretária de Saúde, Saudade Azevedo.

Com a reforma a UBS de Felipe Camarão II os serviços foram ampliados, passando a contar com oito consultórios, quatro para atendimento de enfermagem e quatro médicos, quatro gabinetes odontológicos, duas salas de reanimação, uma sala de vacina, uma de preparo, um para arquivo, uma farmácia, uma sala de curativo, uma sala multiuso com copa e banheiro, uma sala de nebulização, uma sala para teste do pezinho e planejamento familiar, uma para direção, um almoxarifado, duas salas para material de limpeza e uma recepção.
A obra da reforma e ampliação custou R$ 759.868,38 mil, com recursos da Prefeitura e do Programa Requalifica Atenção Básica do Ministério da Saúde.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, parabenizou a gestão e se colocou à disposição para colaborar e somar esforços em prol da saúde. “O acolhimento, a atenção e o carinho são esses os diferenciais que os profissionais de saúde desta unidade devem ter. Eu quero desejar que os profissionais desta UBS façam o trabalho de acolhimento oferecendo saúde de qualidade”, falou.

Participaram da entrega da UBS a reitora da UFRN, Ângela Paiva, o diretor da Ebserh, Kléber Morais, o senador, Garibaldi Filho, os vereadores Nina Souza, Felipe Alves, Carla Dickson, Kléber Fernandes, Preto Aquino, Robson Carvalho, secretários municipais, diretora da unidade Márcia Clotilde e funcionários da UBS.

Novo Notícias

Samu Natal realiza mais de 40 mil atendimentos em 2017

Serviço essencial para a saúde pública da capital potiguar, o Serviços de Atendimento Médico de Urgência (Samu Natal 192) realizou em 2017 mais de 40 mil atendimentos. O balanço foi divulgado nesta quarta-feira (27), contendo relatório estatístico com a quantidade total de atendimentos de acordo com a especializada médica.

De janeiro até novembro deste ano, foram mais 40 mil atendimentos realizados na capital potiguar. Desse total, foram 22.248 atendimentos clínicos; 3.986 psiquiátricos; 1.855 pediátricos; 793 obstétricos; 230 de neonatal; 9.605 atendimentos de trauma; e em 5.950 dos casos a especialidade não foi informada.

O relatório ainda apontou quantas vezes cada tipo veículo do Samu foi utilizado nas ocorrências; as motolâncias (veículo mais rápido, utilizado para prestar os primeiros socorros) foram solicitadas em 300 oportunidades; Unidade de Suporte Básico (USB), em 12.496; e Unidade de Suporte Avançado (USA), em 2.853.


O mês com o maior número de atendimentos foi maio, com 4.357, seguido por: março, com 4326; abril, com 4.015; outubro, com 3980; setembro, com 3890; e novembro, com 3.765.

Prefeitura Municipal do Natal

PRF apreende moto com chassi adulterado e prende condutor em Parnamirim

Durante uma fiscalização da Operação Rodovida, policiais rodoviários federais apreenderam no final da tarde de quarta-feira (27/12/17), na BR 101 em Parnamirim, uma motocicleta 125 FAN, ano 2012, de cor roxa.

Durante a abordagem, os PRFs observaram que a numeração do chassi estava com fortes indícios de ter sido adulterado. Diante dos fatos o veículo e seu condutor foram encaminhados a Delegacia de Plantão Zona Sul de Natal para as medidas legais cabíveis.

Após consulta aos sistemas de segurança, constatou-se ainda que o condutor, um homem de 30 anos, já havia sido preso em 2009, por assalto a mão armada.

PRF - Segurança com Cidadania

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Ex-desembargador relata momentos de terror e julgamento pelo “Tribunal do PCC”

O desembargador aposentado Osvaldo Cruz que foi vítima de assalto e sequestro relâmpago na última sexta-feira, 22, em seu sítio em Taipu e deixado pelos bandidos em São Gonçalo do Amarante, fez um relato impressionante sobre o momento em que esteve rendido pelos bandidos e foi “julgado” por um tribunal que seria formato por integrantes do PCC que decidiram mantê-lo vivo.

Confira o relato abaixo:

Amigos, hoje só tenho motivos para agradecer a Deus pela minha vida, da minha mulher e pela vida de todos que estiveram comigo ameaçados durante horas de terror. Quatro assaltantes encapuzados e fortemente armados vieram em busca do dinheiro que o juiz tinha recebido, joias, armas, celulares e objetos de valor. E ameaçaram me executar caso eu tivesse condenado algum membro da sua organização. Levaram-me refém ordenando que Izalva não acionasse a policia durante 1 hora caso contrário me apagariam.

Partiram comigo dentro do meu carro em alta velocidade, com armas na minha cabeça, até caírem e uma vala, estourando 2 pneus laterais e por pouco não capotamos. Abandonaram meu carro e passaram a usar carros roubados chegando a trocar 5 vezes de carro. Nesse ínterim fui rebocado de olhos vendados pelo mato, na chuva. Sugeriam pedir um resgate de 2 milhões de reais. Tiraram minha foto e fizeram um vídeo com minha voz enviando para o Conselho deles para que decidissem meu destino.

Pela graça divina o comando deles que diziam ser do PCC determinou que eu não fosse executado. Fui abandonado em Regomoleiro, São Gonçalo do Amarante. Sem noção de onde estava bati na madrugada em várias casas mas todos temiam abrir suas portas. Por fim uma senhora resolveu ligar pra polícia e foi informada que me acolhesse, pois já estavam a minha procura. Parece um filme, mas infelizmente é a nossa realidade nua e crua. Agradeço o carinho e a solidariedade de toda a família e amigos. Que Deus abençoe a todos com muita Paz e dias melhores! Feliz 2018! Forte abraço!


Portal no Ar

Motorista é morto ao reagir a assalto no interior do RN

Um crime de latrocínio que é o roubo seguido de morte, foi registrado no final da tarde de hoje 27 de dezembro, na zona rural de Upanema, região Oeste do Rio Grande do Norte. 

Segundo informações da polícia militar local, o motorista Antônio Edilson da Silva, 45 anos,foi alvejado por disparos de arma de fogo, ao reagir a um assalto, no Sítio Atoleiro, zona rural do município.

Antônio Edilson "estava bebendo com amigos naquela comunidade, quando foram surpreendidos por dois criminosos que chegaram e anunciaram o assalto.

O motorista reagiu e partiu pra cima dos bandidos, mas acabou sendo baleado. ele ainda chegou a ser socorrido para o hospital da cidade, mas não resistiu e morreu na unidade hospitalar.

O corpo do motorista será transladado em um carro funerário para a sede do ITEP em Mossoró, onde será necropsiado e depois liberado para sepultamento.

O crime será investigado pela equipe da Polícia Civil de Upanema, sob o comando do delegado André Alburquerque que responde pela delegacia daquela cidade.

Fim da Linha

Policiais Militares ignoram decisão da Justiça e vão manter paralisação no RN

Em assembleia realizada na tarde desta quarta-feira, 27, a Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais Militares e Bombeiros Militares do Rio Grande do Norte (ASSPMBM-RN) comunicou oficialmente que a categoria não vai seguir a decisão da desembargadora Judite Nunes, proferida no último domingo, 24, durante plantão no Tribunal de Justiça do Estado.

No comunicado oficial dado nesta quarta, a ASSPMBM-RN destacou que não tem poder de decisão sobre a tropa e que a escolha da paralisação é individual, muito embora tenha ressaltado a continuidade dela ao longo das falas de seus líderes. “Os policiais não aceitam mais as condições de insegurança em que estão impostos”, disse Eliabe Marques, presidente da Associação.
Identificada como responsável pelo setor jurídico da ASSPMBM, a advogada Ana Paula afirmou que tem trabalhado para recorrer da decisão da desembargadora Judite Nunes e afirmou que, neste momento, os policiais e bombeiros militares estão cumprindo a lei: como as viaturas estão com seguro irregular, elas não têm condições de saírem às ruas. O Ministério Público deve ser acionado para fiscalizar o caso.

Paralisação já dura mais de 1 semana


A operação ‘Segurança com Segurança’ está em curso no Rio Grande do Norte desde o último dia 19 de dezembro (terça-feira da semana passada). Até ontem, dia 26, o reflexo da mesma já era devastador em todo estado: mais de 50 homicídios haviam sido registrados e 340 roubos contabilizados. Os dados foram confirmados pelo Observatório de Violência Letal Intencional (OBVIO) e pela Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesed).

Agora RN

Bandidos assaltam casa lotérica no interior do RN

Dois elementos de capacetes em uma moto de cor escura assaltaram no fim da tarde desta quarta-feira (27) e a Lotérica Angicana localizada no centro da cidade de Angicos-RN. Segundo informações, os meliantes levaram dinheiro e pertences dos clientes. Após o roubo os bandidos seguiram em disparada sentido o bairro da Favela. A loja tem sistema de monitoramento.

Aguardando mais informações...

Blog Angicos Verdade

Pirangi e Cotovelo terão fiscalização contra presença de animais na orla

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da equipe técnica de Zoonoses, irá fiscalizar a presença de animais nas praias do litoral parnamirinense, de 7 de janeiro a 1º de fevereiro de 2018, com a Operação "Verão Mais Saúde". Em Parnamirim, a lei 1707/2015 proíbe a circulação de animais na orla marítima, com ou sem coleira, acompanhados ou não por seus donos, para evitar riscos à saúde da população.

"Cinco agentes de Zoonoses estarão diariamente nas praias, alertando sobre os problemas que a presença de animais na orla marítima podem causar à saúde pública", diz o Secretário de Saúde, Dr. João Albérico.

De acordo com o técnico de Zoonoses, Josivan Gomes, um estande será fixado na praia de Pirangi do Norte, durante a Operação "Verão Mais Saúde", com abordagem aos veranistas, orientações e panfletagem. "Estaremos fiscalizando a presença de animais na praia e conscientizando a população sobre a lei municipal que multa em R$ 100, o infrator à esta norma", diz o agente Josivan Gomes.

Quem descumprir a lei e levar o animal à praia, terá que preencher uma ficha junto à equipe de Zoonoses para dar prosseguimento às medidas cabíveis.
Em relação aos animais que forem encontrados abandonados na praia, estes serão recolhidos pela equipe de Zoonoses por até 72 horas, para que seus donos busquem recuperá-los, do contrário, serão destinados à doação, conforme determinação legal.

Tribuna do Norte

Prefeito de Nísia Floresta é vítima de sequestro relâmpago

O prefeito da cidade de Nísia Floresta, na Grande Natal, teve o carro tomado por assaltantes na tarde desta quarta-feira (27), quando chegava a um evento. Daniel Marinho foi abandonado pelos criminosos na localidade de Boágua.

De acordo com o comandante do Policiamento Metropolitano, coronel Zacarias Mendonça, o prefeito chegava a um evento, quando foi abordado pelos assaltantes. “Ele não soube precisar quantos”, afirma.

Depois de render Daniel Marinho, os criminosos saíram com ele no carro. Contudo abandonaram o prefeito logo em seguida e fugiram levando o veículo. Ninguém foi preso.

Com informações do G1/RN

Detran certifica 25 servidores em curso de Instrutor Especialista em Trânsito

Um total de 25 agentes públicos foram formados pela Escola Pública de Trânsito (Eptran) do Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) no curso de Instrutor Multiplicador Especialista em Trânsito. A entrega dos certificados de conclusão foi realizada na manhã desta quarta-feira (27), no auditório da sede administrativa do Detran, no bairro de Cidade da Esperança, em Natal. Além de técnicos do Detran, foram formados servidores da Força Aérea Brasileira (FAB), Polícia Militar (PM), Corpo de Bombeiros e do Serviço Móvel de Urgência (Samu).

A cerimônia de entrega dos certificados foi aberta pelo gerente da Eptran, Luiz Felipe da Silva, que traçou um relato sobre a fundação da Escola Pública de Trânsito do Detran, apresentando os objetivos e os resultados alcançados desde a sua fundação no final do ano de 2016. “Sem alunos, professores, administradores e idealizadores não há como realizar um bom trabalho. Todos nós somos importantes para o sucesso da Eptran e pretendemos torná-la referência em educação no trânsito e valorização da vida”, falou.

A mesa de autoridades foi formada pela representante da Direção do Detran, Lúcia Mansur, pela coordenadora de Educação e Fiscalização de Trànsito do Detran, Neuza Carvalho, pela representante do corpo docente da Eptran, professora Sheila Marize Costa, e pelo setor jurídico da Eptran, Felipe Siqueira.

O curso contou com uma carga horária de 180h e abordou as disciplinas de Fundamentos da Educação; Didática; Língua Portuguesa; Legislação de Trânsito; Direção Defensiva; Noções de Primeiros Socorros e Medicina de Tráfego; Noções de Proteção e Respeito ao Meio Ambiente e de Convívio Social no Trânsito; Poluição Ambiental Causada por Veículos Automotores; Psicologia Aplicada à Segurança no Trânsito; Noções sobre o funcionamento de veículos de 2 e 4 rodas; Equipamentos de uso obrigatório no veículo e sua utilização; Prática de Direção Veicular em Veículos de 2 e 4 Rodas; e Prática de Ensino Supervisionado.

Assessoria de comunicação Detran/RN

Polícia Militar tem 5 dias para apresentar necessidades de carros e equipamentos

O comando da Polícia Militar do Rio Grande do Norte deu um prazo de cinco dias para que os comandantes dos batalhões e companhias apresentem os custos e necessidades de equipamentos de proteção individual dos policiais e das viaturas. O objetivo é apresentar as informações a uma mesa de negociação perene que deve ser montada no governo, por decisão judicial. No estado, PMs e bombeiros estão aquartelados há uma semana em protesto contra o atraso de salários e falta de condições de trabalho.

Nesta quarta (27), governo anunciou que vai dar entrada com um recurso de embargo de declaração no Tribunal de Contas da União. O objetivo, segundo a administração, é esclarecer a decisão do TCU que foi favorável à transferência do auxílio do governo federal ao estado, mas que depois teve recomendação negativa do MP de Contas. O estado quer usar esse recurso para pagar salários em atraso.

De acordo com a determinação do setor de finanças da corporação também terá cinco dias para levantar os salários em atraso de ativos e inativos, além de pendências em relação a promoções e progressão de níveis. De acordo com o comando, o objetivo dos levantamentos é subisidiar os Poderes Estaduais de informações para as negociações.

A publicação, feita nesta terça (26) no Boletim Geral da PM, também determina a divulgação entre os comandos da PM da decisão da desembargadora Judite Nunes, que no último domingo determinou o retorno imediato dos policiais ao trabalho.

Com informações do G1/RN

Fábio Faria consegue mais R$ 180 milhões para Saúde do RN

O Ministério da Saúde está liberando hoje o valor de 180 milhões para custeio e manutenção da rede de Saúde Pública do Rio Grande do Norte.

O ministro Ricardo Barros atende pleito do deputado federal Fábio Faria (PSD), que foi recebido por ele hoje cedo, antes da viagem oficial ao Rio Grande do Norte.

“Quero agradecer ao presidente Michel Temer e ao ministro Ricardo Barros pela sensibilidade com a Saúde Pública do RN neste momento de crise”, disse o parlamentar.

Esses recursos se somam aos 150 milhões já conseguidos este ano pelo parlamentar para a manutenção dos serviços de saúde do Estado.

Fábio também destinou emendas individuais para a ampliação e reforma do Hospital Walfredo Gurgel e hospitais regionais, e mais 1 milhão para instituições filantrópicas como Amico, GACC, a Liga Contra o Câncer e o Hospital Infantil Varela Santiago.

Por Thaisa Galvão

Em mobilização contra atraso de salários, policiais civis fazem doação de sangue

A mobilização dos policiais civis do Rio Grande do Norte contra atraso de salários tem uma ação social, nesta quarta-feira, dia 27 de dezembro. A categoria faz uma doação de sangue coletiva no Hemonorte, no Tirol, em Natal, durante toda a manhã.

"Trata-se de uma ação social importante, que irá ajudar várias pessoas, mas também tem uma representação simbólica, pois, no momento, a única coisa que nós policiais temos a oferecer à sociedade potiguar é o nosso sangue", afirma o presidente do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança, Nilton Arruda.

Os policiais civis passaram todo o dia desta terça-feira (26) reunidos em assembleia, na sede do SINPOL-RN. Eles foram notificados da decisão judicial que decretou ilegal uma paralisação das forças de segurança.

De acordo com o SINPOL-RN, a categoria, apesar de enfatizar que não está realizando paralisação, quer acatar a decisão. Por isso, o Sindicato enviou um ofício à Delegacia Geral da Polícia Civil solicitando uma reunião para que seja definido como os policiais civis poderão retomar as normalidades dos serviços sem terem dinheiro nem mesmo para se deslocarem para as unidades onde trabalham.

"Nós estamos falando de uma necessidade básica do trabalhador, que é o salário. Hoje, os policiais civis ainda não receberam seus salários de novembro, nem o 13º e também não sabem quando vão receber dezembro. Ou seja, a situação chegou no limite do limite. Por isso, desde a semana passada temos realizado essas mobilizações", comenta Nilton Arruda.

Ele ainda completa: "Os policiais civis não estão em greve e não estão se negando a trabalhar. Eles não estão indo para as delegacias simplesmente porque não têm dinheiro para combustível ou para passagem de ônibus e também não têm condições psicológicas de desenvolverem atividades complexas estando preocupados como vão pagar as contas e colocar comida em casa".

O SINPOL-RN espera ser recebido pelo delegado-geral nesta quarta-feira para tratar sobre a decisão judicial. No entanto, ressalta que pela manhã a mobilização terá concentração no Hemonorte. Todos os policiais civis que não estiverem nas delegacias de plantão ou na central de flagrantes devem se dirigir para o órgão para participar da doação de sangue coletiva.

Sinpol-RN

Esverdeada, água da maior barragem do RN chama atenção

A coloração esverdeada das águas que saem da barragem Armando Ribeiro Gonçalves – maior reservatório hídrico do Rio Grande do Norte – já começa a chamar a atenção. E não é para menos. Atualmente, moradores de 40 municípios dependem e bebem dessa água. O vídeo acima, gravado nesta terça (26), mostra as comportas da barragem, que fica na cidade de Itajá, e também o motivo do receio.

O G1 procurou o Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte (Igarn), responsável pelo monitoramento dos reservatórios do estado. Segundo o órgão, apesar da cor, a população pode ficar tranquila, já que a vazão que sai da barragem ainda vai passar por tratamento antes de chegar às torneiras. No entanto, não se pode afirmar até quando será possível garantir a qualidade dessa água.

"Não é possível afirmar até quando a água poderá ser tratada. O que se tem de certo é que, quanto mais diminui o volume, mais necessário será a implantação de produtos e insumos para o processo de tratamento", ressaltou Josivan Cardoso, diretor-presidente do Igarn.

O órgão também esclareceu que a grande concentração de algas, associada com o volume cada vez mais baixo, é apontado com o responsável pela coloração esverdeada da água.